Governo de Pernambuco rejeita que estado seja sede da Copa América

·1 minuto de leitura


Em meio à confirmação de que a Copa América será realizada no Brasil, o estado de Pernambuco informou que não aceitará ser uma das sedes do torneio. Segundo o governador do estado, Paulo Câmara (PSB), o número de casos da Covid-19 no local impede a realização do torneio.

+ Veja a tabela da Copa América


Até o momento, o estado de Pernambuco registrou 481.070 casos da doença, com 15.807 mortes registradas pelo vírus. A Arena Pernambuco, na capital Recife, era cotada para receber jogos do torneio.

Em nota, Câmara diz que não foi procurado pela CBF até agora, mas que rejeitará um possível convite.

+ Conheça o novo aplicativo "LANCE! Resultados"

VEJA A NOTA DO GOVERNO DE PERNAMBUCO
"O Governo de Pernambuco monitora, de forma permanente, por meio do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, os indicadores da doença no Estado. Nas últimas semanas, foi identificada uma nova aceleração dos casos, que motivou novas medidas restritivas no Agreste e na Região Metropolitana.

Apesar de ainda não ter sido procurado oficialmente pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Governo do Estado reforça que o atual cenário epidemiológico não permite a realização de evento do porte da Copa América no território de Pernambuco."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos