Governo do Paraguai confirma liberação de público para Olimpia x Flamengo, pela Libertadores

·2 minuto de leitura


Os dois jogos entre Flamengo e Olimpia, pelas quartas de final da Libertadores, terão a presença de público. Após o clube rubro-negro transferir a partida de volta para Brasília, o Ministério da Saúde do Paraguai autorizou, nesta quarta-feira, a liberação de torcedores no duelo de ida, marcado para 11 de agosto, no estádio Manuel Ferreira, em Assunção.

+ Flamengo tem rápida resposta positiva do STJD e é liberado para jogar com público no Brasileiro

A partida foi escolhida para fazer parte de um projeto piloto do Governo do Paraguai junto com a Associação Paraguaia de Futebol pela volta gradual do público aos estádios.

O protocolo será mais rígido do que o de Brasília: apenas 2 mil pessoas poderão comparecer ao jogo e todas deverão estar completamente vacinadas, além de apresentar um exame negativo para Covid-19. Não haverá venda de ingressos e a tendência é que um grupo de sócios-torcedores do Olimpia seja presenteado com as entradas.

+ ABC x Flamengo: prováveis times, desfalques, onde assistir e palpites

- O jogo vai fazer parte desse plano piloto que vínhamos executando no torneio Clausura de até 2.000 pessoas de graça, com duas doses da vacina e o teste negativo - disse Hernán Martínez, porta-voz do Ministério da Saúde, ao programa Cardinal Deportivo da rádio ABC do Paraguai.

A Conmebol e o Olimpia ainda não se pronunciaram sobre a liberação.

+ Fla na cola do G-4: veja a tabela completa do Brasileirão

A partida de volta, marcada para 18 de agosto, será no Mané Garrincha, em Brasília, e poderá contar com até 22 mil torcedores - 30% da capacidade do estádio. O Flamengo iniciará a venda dos ingressos nesta quinta-feira. No duelo das oitavas de final, contra o Defensa y Justicia, cerca de 5.500 pessoas estiveram presentes para acompanhar a goleada rubro-negra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos