Governo da Bahia reduz limite de público em estádios para 1,5 mil pessoas

·1 min de leitura
SALVADOR, BRAZIL - DECEMBER 02: Fans of Bahia during a match between Bahia and Atletico Mineiro as part of Brasileirao Series A 2021 at Arena Fonte Nova on December 02, 2021 in Salvador, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Nova redução é feita dez dias depois de medida ser publicada com máximo de 3 mil pessoas. Foto: (Buda Mendes/Getty Images)

O Governo da Bahia restringiu mais ainda a capacidade máxima de público nos estádios de futebol do estado. Dez dias depois de estipular o limite de 3.000 pessoas nos eventos, agora o Governador Rui Costa anunciou que este número cairá pela metade. Apenas 1.500 pessoas poderão adentrar nos espaços para acompanhar as partidas.

A decisão, que deve ser publicada, e entrar em vigor, ainda nesta sexta-feira no Diário Oficial, define que a restrição é de 50% do uso dos espaços em caso de capacidade igual ou menos a de 1,5 mil pessoas.

Leia também:

Desde o mês de novembro do ano passado, o limite de capacidade vigente até a última decisão tomada pelo governador, no dia 10 de janeiro, era de 70% do total dos ambientes.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, foram registrados em todo o estado 4.887 casos e 16 óbitos nas últimas 24 horas. O aumento das infecções, principalmente pela variante Ômicron, obrigou às organizações de eventos e shows que estavam marcados para o início deste mês a cancelarem ou adiarem os espetáculos.

A decisão desta quinta-feira foi prevista pelo Governador Rui Costa, que declarou no último dia 10 que: "Se houver crescimento desse dado, o número reduzirá ainda mais. Isso vale por 15 dias, podendo ser alterado em tempo menor se houver modificação do quadro de contaminados. Se aumentar, esse número será reduzido".

Não foi preciso chegar aos 15 dias de validade da medida, no décimo dia de vigência, ela foi revogada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos