Golfe gerou 'discórdia' entre Rafinha, Guardiola e elenco do Bayern no Mundial de 2013; entenda a história

Antonio Mota
·3 minuto de leitura

Em meio às negociações com o Flamengo e rumores que o ligam ao Grêmio, o lateral-direito Rafinha concedeu uma entrevista ao Canal “Dia Aí, Beça”, no YouTube, e lembrou de um momento em que ficou ‘pistola’ com Pep Guardiola e demais companheiros de Bayern de Munique, clube que defendeu por 8 temporadas. Bem humorado, o camisa 13 revelou parte dos bastidores da decisão do Mundial de Clubes de 2013 dos Bávaros contra o Raja Casablanca, do Marrocos.

À época, segundo relato do próprio atleta (via ESPN Brasil), o lateral brasileiro e seu compatriota Dante só queriam saber da final e estavam 100% focados, descansando, dormindo cedo e treinando bem. Porém, os seus companheiros no Bayern e Pep não pareciam dar o mesmo peso para a finalíssima intercontinental e saíram para jogar golfe às vésperas da decisão. Veja a história abaixo.

Rafinha construiu uma linda história no Bayern de Munique. | GUENTER SCHIFFMANN/Getty Images
Rafinha construiu uma linda história no Bayern de Munique. | GUENTER SCHIFFMANN/Getty Images

"Semifinal do Mundial, ganhamos. Dois dias antes, um cara ligou dizendo que o Dante faria um gol na final. Aí, naquela resenha, falei para ele: 'Imagina a gente ser campeão do mundo, Bahia? No Brasil não são todos que ganham, temos que ganhar desses caras'. Aí o Dante concentrado, não falando com ninguém da família, dormindo cedo, perna para cima todo dia. Ele falou para a gente descansar e tal. Dois dias antes do jogo, Guardiola falou que a gente ia treinar de manhã. Treino sempre à tarde, por que ele colocou o treino de manhã?", começou.

"Conversa para lá e para cá, me liguei. Um disse 'eu vou', o outro também, 'nós vamos em dois, quatro, em cinco, seis'. Beleza, todo mundo combinando. Aí falei: 'Bahia, é o que eu estou pensando? Os caras vão sair?'. Nós estávamos com medo, descansando, perna para cima, final do Mundial. Os caras foram jogar golfe, e o Guardiola junto".

"Aí cheguei no Dante: 'Estou aqui sem dormir, uma semana desesperado para ser campeão do mundo. Os caras vão jogar golfe? Palhaçada. Os caras estão de sacanagem'. Dois dias antes do jogo? Tinha que descansar. Nós, brasileiros, doidos por causa da final do Mundial, e os caras na boa, jogando golfe. Está de sacanagem, jogar golfe", salientou.

Rafinha ficou revoltado com Guardiola e companheiros de Bayern de Munique no Mundial de 2013. | Chris Brunskill Ltd/Getty Images
Rafinha ficou revoltado com Guardiola e companheiros de Bayern de Munique no Mundial de 2013. | Chris Brunskill Ltd/Getty Images

Já no dia seguinte ao episódio, Rafinha foi “cobrar” os companheiros e recebeu mais uma surpresinha: os atletas do Bayern foram jogar golfe mais uma vez na manhã daquele mesmo dia – véspera da final.

"No outro dia, treino. À tarde. Não aguentei, não levo para casa, falo mesmo. Cheguei e falei: 'Vocês estão de sacanagem, vamos jogar a final do Mundial amanhã e vocês vão jogar golfe?'. Os caras falaram: 'Para, Rafinha'. Os caras me conheciam, sabiam que eu era soldado de guerra. 'Enquanto nós estamos dormindo, colocando perna para cima, vocês foram jogar golfe?'. Chegou à tarde, treino, soltei os cavalos. Os caras disseram que foram de manhã também, por isso que não estavam no café da manhã. Falei: 'Se der alguma m**** amanhã, vocês estão f*****'. Aí falei, treinamos à tarde, jogo no outro dia, Guardiola armou o time, nosso time era uma máquina", finalizou.

Com ‘jogatina’ de golfe e tudo mais, o Bayern de Munique venceu o Raja Casablanca por 2 a 0 – Dante e Thiago Alcântara marcaram –, em Marrakesh, e conquistou o Mundial de Clubes de 2013.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.