Goleiro Mandanda segue os passos de Lloris e se aposenta da seleção francesa

O goleiro Steve Mandanda, campeão do mundo em 2018 e vice em 2022 como reserva com a França, anunciou neste sábado o fim de sua carreira na seleção aos 37 anos, cinco dias depois de o titular, Hugo Lloris, tomar a mesma decisão.

"Hoje para mim a equipe da França terminou", declarou o atual goleiro do Rennes, que defende os 'Bleus' desde 2008, em entrevista coletiva prévia ao jogo contra o Paris Saint-Germain pelo Campeonato Francês, ressaltando que sente "muita emoção e orgulho" de sua trajetória internacional.

Mandanda, que disputou 35 partidas pela seleção francesa, explicou que tinha tomado a decisão depois da Copa do Mundo de 2022, na qual a França perdeu a final para a Argentina nos pênaltis.

"Vivi grandes momentos com a seleção francesa. Para mim foi um privilégio e uma alegria passar todo esse tempo. Mas aos 37 anos, acho que é o momento. Há muitos jogadores que chegam com muitas qualidades", acrescentou o goleiro.

O anúncio chega cinco dias depois da aposentadoria de Lloris, seu concorrente durante 14 anos no gol dos 'Blues', de quem foi reserva no título mundial de 2018 e no vice de 2022.

Mandanda foi convocado 160 vezes desde sua estreia em maio de 2008 e sua última aparição na lista para o Mundial do Catar.

"Isto me permite fechar o ciclo com Hugo. Começamos juntos, terminamos juntos. Não tive o mesmo número de jogos que ele, mas vivemos muito juntos", concluiu o goleiro.

bur-jta/pm/cb