Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA, acusado de agredir esposa


O goleiro Jean, acusado de agredir a esposa em nos Estados Unidos, foi preso. Sua ficha já consta no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida. Na ficha do jogador, consta que ele foi detido no começo da manhã e pré-sentenciado por violência doméstica. Veja abaixo a ficha policial do jogador.

Ficha Jean
Ficha Jean
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ficha de Jean na polícia dos EUA (Foto: Reprodução)

Em vídeos postados no Instagram, a mulher do jogador aparece com o rosto muito machucado e diz que foi agredida pelo atleta.

Ao fundo da gravação, é possível escutar Jean na porta perguntando: “Você vai fazer isso com sua filha?”. O caso aconteceu em Orlando, onde a família passa férias, às 5h da manhã no horário local.

- Eu estou aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro. Jean, goleiro do São Paulo. Olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça – diz ela no vídeo, que foi apagado, mas salvo por pessoas que acabaram vendo a publicação.




Após a repercussão, Milena postou outros vídeos em que explica que deixou a casa e que está com suas filhas em outro lugar, mas está "incomunicável" e irá se pronunciar depois.

O goleiro tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2022, mas o clube pensa seriamente em rescindir o contrato. O clube emitiu uma nota oficial sobre o caso:

“O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles”.





Leia também