Goleiro do Manchester United se aposenta aos 23 anos por lesão no quadril

·2 min de leitura
Paul Woolston chegou ao Manchester United em 2018 depois de ser revelado pelo Newcastle. Foto: Alex Livesey/Getty Images
Paul Woolston chegou ao Manchester United em 2018 depois de ser revelado pelo Newcastle. Foto: Alex Livesey/Getty Images

Talvez você nunca tenha ouvido falar no goleiro Paul Woolston revelado nas categorias de base do Newcastle, com passagens pelas seleções sub-17 e sub-18 da Inglaterra e contratado em 2018 pelo Manchester United.

O jogador considerado promissor na “Terra da Rainha”, terá que pendurar as luvas, aos 23 anos por problemas no quadril.

Leia também:

“Os médicos me disseram que se eu continuasse por mais dois anos seria difícil até mesmo andar”, lamentou.

Ele treinava com dor há 14 meses e, após duas operações, já disse o suficiente: "Não dormi, não comi, não queria sair da cama". As perspectivas, se ele continuasse a perseguir seu sonho, eram sombrias: "Eu teria que fazer uma artroplastia total do quadril aos 25 anos e, a partir daí, o caminho é longo. No futuro me via dizendo: Me desculpe, eu não posso fazer isso ou aquilo porque eu quebrei meu quadril”, desabafou.

Woolston demorou a digerir a possibilidade de uma aposentadoria tão jovem. "Eu estava me perguntando: por que eu? O que eu fiz de errado? Por que eles me impediram de perseguir meus sonhos? Eu estava apenas no começo da minha carreira", questionou.

Ele teve a solidariedade de companheiros mais experientes. "É uma notícia muito triste porque ele é uma grande pessoa e um grande goleiro. Tenho pena dele", diz David De Gea no canal britânico 'BBC'.

No entanto, a lógica prevaleceu e, apesar de estar sem equipe há um ano, o agora ex-goleiro mostra muita gratidão ao Manchester United pelo apoio que lhe deram ao longo deste processo.

"O clube se comportou de forma brilhante. Eles me orientaram e me ajudaram a tornar estes últimos 14 meses mais fáceis. Eles me deram tempo para me preparar para uma nova vida e me ajudaram na minha próxima viagem", finalizou.