Goleiro da França garante time alerta contra "subestimada" Dinamarca

Goleiro da França Hugo Lloris

Por Julien Pretot

DOHA (Reuters) - Tendo perdido duas vezes para a Dinamarca recentemente, a França estará alerta quando tentar garantir sua classificação para a fase de mata-mata da Copa do Mundo com um jogo de antecedência pelo Grupo D no sábado.

Os atuais campeões mundiais chegaram ao torneio depois de uma péssima campanha na Liga das Nações, durante a qual a Dinamarca os venceu por 2 x 1 em Paris e 2 x 0 em Copenhague.

"Já disse em várias ocasiões que eles são subestimados como equipe. Estamos falando de um período apenas de quatro meses, não estamos falando de um período longo, é entre junho e setembro, em que eles nos derrotaram duas vezes", disse o capitão e goleiro da França, Hugo Lloris, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Mesmo que a Copa do Mundo seja outro torneio, os Bleus têm uma boa ideia dos problemas que a Dinamarca, que em 2002 deu o golpe final na terrível campanha da França com uma vitória por 2 x 0 na fase de grupos, pode causar.

A França começou o torneio do Catar em grande estilo com uma vitória por 4 x 1 sobre a Austrália, mas a Dinamarca será um teste mais difícil no 974 Stadium.

"É uma competição diferente, mas dá uma ideia do nível desta equipe dinamarquesa, é uma equipe excelente e capaz de bater os melhores. Por isso, foi um alerta para nós e não podemos dizer que não os conhecemos e não precisamos de nenhuma motivação extra nesta fase do torneio", disse Lloris.

A França voltará a contar com o zagueiro Raphael Varane, que se recuperou totalmente de uma lesão no tendão da coxa e pode trazer sua calma e experiência para a zaga.

O técnico Didier Deschamps, no entanto, não chegou a dizer que o jogador do Manchester United será titular depois de ficar no banco contra a Austrália.

"O mais importante é que ele se sinta pronto em sua cabeça e em seu corpo. Eu sei que ele está, vou tomar a decisão", disse.