Goleiro do Chelsea e lateral do Real Madrid são confundidos com jogador do City acusado de estupro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Veículos da imprensa inglesa e francesa usaram, equivocadamente, imagens do goleiro do Chelsea, Edouard Mendy, e do lateral-esquerdo do Real Madrid, Ferland Mendy, para ilustrarem reportagens sobre Benjamin Mendy, jogador do Manchester City acusado de estupro e agressão sexual.

Mendy chegou ao Manchester City em 2017 e tem contrato até 2023, embora possa não cumprir o acordo firmado com o clube inglês por conta das suspeitas criminosas. Preso há quase dois meses, o lateral-esquerdo City teve um pedido de fiança negado no mês passado. Desta forma, o francês seguirá em prisão preventiva até janeiro de 2022, quando irá a julgamento.

+ Veja a posição do seu time no Brasileirão!

Edouard Mendy, melhor goleiro da última Champions League, se revoltou com o caso. Nas redes sociais, o arqueiro do Chelsea e da seleção de Senegal compartilhou prints de publicações jornalísticas apontando que ele e seu primo, Ferland Mendy, foram autores dos crimes cometidos.

- É triste ver que em 2021, tanto na França quanto na Inglaterra, para alguns, os negros não têm nomes e nem rostos distintos. Esses “erros” de fotos parecem piadas, mas são altamente simbólicos. Não é tão complicado para diferenciar duas faces, especialmente quando a camisa de futebol é de valiosa ajuda! - escreveu Edouard, no Instagram.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos