Goleiro de Camarões se pronuncia após corte da Copa do Mundo: 'Difícil de assimilar'

Aos 26 anos, Onana vai deixar a seleção de Camarões (Foto: EFE/EPA/Abir Sultan)


O goleiro André Onana, de Camarões, utilizou de suas redes sociais para se manifestar após ser desligado da seleção. O arqueiro foi cortado horas antes do jogo diante da Sérvia, nessa segunda-feira, pela segunda rodada da Copa do Mundo.

No Twitter, o jogador da Inter de Milão postou um pronunciamento oficial lamentando o ocorrido. Para ele, "faltou vontade do outro lado" para que ele permanecesse na equipe.

- Coloquei todos os meus esforços e energia em encontrar soluções para uma situação que um jogador de futebol muitas vezes experimenta, mas não houve vontade do outro lado. Alguns momentos são difíceis de assimilar - escreveu em parte da nota.

Veja o pronunciamento de Onana na íntegra

Quero expressar meu afeto pelo meu país e pela equipe nacional. Ontem não me foi permitido estar no chão para ajudar Camarões, como sempre faço, a alcançar os objetivos da equipe. Eu sempre me comportei de forma a levar a equipe ao sucesso de uma maneira boa.

Coloquei todos os meus esforços e energia em encontrar soluções para uma situação que um jogador de futebol muitas vezes experimenta, mas não houve vontade do outro lado. Alguns momentos são difíceis de assimilar.

No entanto, eu sempre respeito e apoio às decisões das pessoas responsáveis por buscar o sucesso de nossa equipe e país.

Estendo toda a minha força aos meus companheiros de equipe porque demonstramos que somos capazes de ir muito longe nesta competição.

Os valores que promovo como pessoa e como jogador são os que me identificam e que minha família me dá desde a minha infância. Representar Camarões sempre foi um privilégio.

A Nação primeiro e para sempre.

Obrigado

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Camarões está em terceiro lugar no Grupo G, com um ponto. Em busca de manter o sonho da classificação, os camaroneses enfrentam o Brasil, na próxima sexta-feira, no Lusail, em Doha. O duelo acontece às 16h (de Brasília)