Goleiro Bruno, condenado por homicídio, e delegação do Rio Branco são internados com suspeita de intoxicação

·1 minuto de leitura
Goleiro Bruno, condenado por homicídio, e delegação do Rio Branco estão internados com suspeita de intoxicação alimentar

A delegação do Rio Branco, time que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro, está hospitalizada um uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Bragança, no Pará, com suspeita de intoxicação alimentar.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Entre os atletas internados, está o goleiro Bruno, condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio, em 2010.

Leia também:

Segundo o time acreano, os casos mais agravantes são de Bruno, dos zagueiros Wallinson e Paulinho e do meia Guilherme Campana.

A delegação começou a passar mal após um jantar um restaurante pré-determinado na logística. Ao retornarem ao hotel onde estão hospedados, cada integrante foi acometido por náuseas, vômitos, febre e tontura.

A pedido do clube, a CBF adiou a partida com o Bragantino-PA, válida pela última rodada do turno da Série D. O jogo, que seria realizado neste domingo (18), às 15h (horário de Brasília), foi remarcado para esta segunda, no mesmo horário, dependendo da liberação médica dos atletas hospitalizados.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos