Goleiro Bruno é liberado pela Justiça para morar e jogar no Mato Grosso

Goleiro Bruno foi preso em 2010 (Foto: Alex de Jesus)
Goleiro Bruno foi preso em 2010 (Foto: Alex de Jesus)

O goleiro Bruno, de 35 anos, foi liberado pelo Ministério Público de Minas Gerais nesta segunda-feira para se mudar e, consequentemente, aceitar a proposta do Clube Esportivo Operário Várzea-grandense, time da região metropolitana de Cuiabá. A informação foi passada inicialmente pelo 'G1'.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

A decisão da transferência foi emitida pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha (MG). O Atleta foi condenado a mais de 20 anos de prisão por participação na morte de Eliza Samudio, mãe de seu filho,em 2010, e cumpre pena em regime semiaberto em Minas Gerais.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A transferência de Bruno gerou repercussão negativa nas redes sociais e do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) que afirmou que Bruno tem o direito de recomeçar a vida, mas não em uma posição de ídolo. A jornalista Jéssica Senra, do 'Bahia Meio Dia', programa da TV Bahia, afiliada da Globo, teve a mesma posição do CEDM ao criticar uma possível transferência do goleiro para o Fluminense de Feira.

SÉRIE SOBRE BRUNO
A Globo tem sido criticada por alguns torcedores após ser confirmado pela autora Amora Mautner a série sobre o Caso Bruno, ex-goleiro do Flamengo. Embora os ajustes para a série ainda estejam no início, a ideia é que a atriz Vanessa Giácomo seja a escolhida para viver Eliza Samudio, que foi brutalmente assassinada.

A Netflix, segundo o jornalista 'Léo Dias', também fez uma oferta enorme para poder realizar a série em sua plataforma. Inclusive, uma oferta que, financeiramente, foi superior à proposta da Rede Globo, que acabou levando a melhor na disputa.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter


Leia também