Goldner conquista vitória em Interlagos em prova de endurance

motorsport.com

Erick Goldner venceu mais uma vez com as cores da Shell. O representante oficial da maior patrocinadora do esporte a motor em automobilismo virtual e piloto oficial da equipe Crown Racing venceu a corrida de abertura do B8 Seguros Endurance em Interlagos.

O piloto de Juiz de Fora largou em terceiro, economizou equipamento no primeiro stint, viu seus concorrentes diretos trocando pneus na parada de box em que ele apenas abasteceu, assumiu a liderança nos pits e soube controlar a margem para os adversários na segunda metade da prova de 1h20min.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Entenda a incrível odisseia de Bruno Senna nas 24 Horas de Le Mans virtualErick Goldner leva Shell à vitória em Le Mans pela Tríplice Coroa VirtualO que significa o patrocínio da Shell que Erick Goldner ganhou ao vencer a Corrida das Estrelas

Neto Nascimento e Eduardo Barrichello completaram o pódio em Interlagos. Foi nesta mesma pista que Goldner conquistou a vaga na Academia Shell, ao vencer a segunda edição da Corrida das Estrelas da Porsche Cup há dois meses.

A jornada da noite de quinta-feira foi com o Porsche 911 RSR, o mesmo homologado para disputa da classe GTE do WEC (Campeonato Mundial de Endurance).

E foi a segunda vitória de Goldner com um Porsche na semana. Na última terça-feira, com o Porsche 911 GT3 Cup, ele prevaleceu na primeira bateria do Masters of Track em Ímola.

O carro com o qual competiu na pista italiana é o mesmo que o representante da Shell vai pilotar no Porsche Esports Carrera Cup Brasil. A seletiva para o campeonato oficial da Porsche Cup, o maior evento de automobilismo virtual do País, foi encerrada na noite de quinta-feira. E Goldner se classificou no seleto grid de 40 competidores com o oitavo tempo.

“Foi uma corrida no nível da estratégia e experiência”, disse Goldner após a corrida. “Estava com bom ritmo, mas no quali não consegui encaixar uma volta tão boa quanto no treino livre, daí não sai na pole.”

“No início, com quatro carros disputando, sabia que não ia me livrar dos outros e abrir, então fiz o que eu sei fazer melhor: manter o ritmo e poupar equipamento. Aí valeu minha experiência de fazer o pit e não trocar pneus, acabou dando certo porque os concorrentes diretos todos trocaram pneus e eu não.”

“Então saí dos pits 10s na frente e daí em diante foi só administrar, para ganhar a corrida. Fico muito contente pelo resultado com o Porsche da classe GTE e tenho que agradecer à Shell e a Crown pelo apoio.”

Leclerc pistola? Veja por que o game F1 2020 incomodou o piloto da Ferrari

PODCAST: O que a F1 deveria aprender com as demais categorias para melhorar?

Your browser does not support the audio element.

Leia também