Gol de pênalti de Bale no fim garante empate para País de Gales contra EUA

Gareth Bale comemora gol de empate de Gales contra os EUA

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - Um gol de pênalti convertido pelo veterano Gareth Bale garantiu um empate por 1 x 1 para o País de Gales contra os Estados Unidos, nesta segunda-feira, evitando uma derrota para a seleção galesa em seu retorno à Copa do Mundo após 64 anos em um empolgante encontro pelo Grupo B no barulhento Estádio Ahmad Bin Ali.

Derrubado pelo norte-americano Tim Ream dentro da área, o maior artilheiro da seleção galesa partiu para a marca de cal aos 37 minutos do segundo tempo, e bateu com força no canto superior direito do gol, fazendo explodir uma "muralha vermelha" de torcedores.

Com uma das equipes mais jovens do torneio e de volta ao Mundial após oito anos, os Estados Unidos começaram com tudo e abriram o placar com méritos aos 36 minutos de jogo, com Timothy Weah. Os norte-americanos tiveram azar de não aumentar a vantagem no primeiro tempo, contra uma seleção de Gales claramente mais apagada no início do jogo.

Weah, filho do presidente da Libéria e ex-melhor jogador do mundo George Weah, entrou pela defesa adversária em timing perfeito, e contou com um passe preciso de Christian Pulisic para bater o goleiro galês Wayne Hennessey e marcar o gol.

Uma mudança de tática do País de Gales no intervalo com a entrada do atacante Kieffer Moore mudou o jogo e colocou os galeses de volta à disputa, permitindo a Bale marcar o pênalti no final sofrido por ele mesmo.

(Reportagem de Steve Keating, em Al Rayyan)