Com gol nos acréscimos, Inter bate Paraná e assume liderança provisoriamente

Gazeta Press

Com gol aos 51 minutos do segundo tempo, o Internacional venceu neste domingo o Paraná por 1 a 0 no Estádio Beira-Rio pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Contando com estádio lotado, o Colorado enfrentou um adversário fechado e encontrou dificuldades de furar o bloqueio defensivo. Quando a partida se encaminhava para o empate, Camilo, em cobrança de falta, soltou o grito de alegria dos colorados e marcou seu primeiro gol com a camisa do clube.

Com o resultado, o Internacional assume de forma provisória a liderança com 38 pontos. E o Paraná segue na lanterna com 15 pontos.

Na próxima rodada o Internacional visita o Bahia na quarta-feira, às 19h30(Brasília), na Fonte Nova. No mesmo dia e horário o Paraná recebe o São Paulo no Durival Britto.

O Jogo

Empurrado por sua torcida, o Internacional foi para cima na busca do primeiro gol. Por sua vez, o Paraná estava todo posicionado no seu campo de defesa. Aos 12, após escanteio e desvio de cabeça de Emerson, Patrick pegou um lindo voleio e Richard praticou difícil defesa. Dois minutos depois nova blitz vermelha, em novo escanteio, a bola é desviada por um jogador paranista e Richard faz nova defesa complicada.

O arqueiro paranista estava tendo bastante trabalho para segurar as incidências ofensivas do Colorado. Para furar o bloqueio defensivo dos visitantes, os donos da casa procuravam explorar as jogadas pelos lados do campo. Aos 22, Dourado lançou Fabiano, que cruzou para a entrada na área e Jonatan Alvez, sozinho e de frente para o gol, chutou rente à trave. Aos 27, em cobrança de escanteio a bola bateu no braço de Leandro Vilela. O lance provocou reclamação dos jogadores colorados que pediram penalidade, mas o árbitro mandou a partida seguir.

Com o aumento da pressão vermelha, os atletas do time paranaense começam a fazer cera em campo. Tendo mais posse de bola, o Inter precisava de mais profundidade para furar o ferrolho dos comandados de Claudinei Oliveira.

Mais uma vez o Colorado, chegou pelo lado direito. Aos 38, Pottker foi acionado por trás da zaga e cruzou. Patrick, novamente, tentou um voleio e bola foi por cima do travessão. Com o Inter se soltando para frente, abriu espaços para o contra-ataque dos paranistas que levaram perigo em duas oportunidades. Aos 42, em cobrança de falta, Silvinho mandou uma bomba e Marcelo Lomba espalmou. No rebote, Grampola cabeceou para a área e Carlos não conseguiu finalizar. Aos 46, Leandro Vilela faz boa jogada individual pela esquerda e tocou para Grampola que, de dentro da área, chutou por cima do travessão.

Apesar de ter tido mais posse de bola, o Internacional não conseguiu transformar este domínio em gols. Patrick e Jonatan Alvez foram os jogadores mais acionados na etapa inicial e podiam ter aberto o placar. Já o Paraná veio com uma proposta bem definida ficou com todos os atletas atrás da linha da bola e apostou em jogadas de contra-ataque.

Diferente do primeiro tempo, os paranistas avançaram as suas linhas e começaram assustando a meta de Marcelo Lomba. Aos três minutos, Jhonny Lucas disputou bola na meia lua e a bola sobrou para Caio Henrique que, de direita e fora da área, chutou rente à trave. Não conseguindo penetrar na área, o Inter arriscou chutes de longe. Aos nove, Nico López soltou uma pancada da entrada da área. Richard defendeu e espalmou. No rebote, Potkker disputou com Rayan e pediu pênalti.

O técnico Odair Hellmann fez uma mudança tática com a saída do lateral-direito Fabiano e a entrada do atacante Rossi. Assim o volante Edenílson foi deslocado para a função. Aos 15, Rossi cruzou rasteiro para Nico López e Richard agarrou na hora do atacante finalizar. Aos 19, pela direita, Rossi cruzou de trivela e Potkker cabeceou para fora. Aos 21, Igor tocou para Silvinho, que enfiou a bola para Grampola receber, ajeitou e chutar em cima de Marcelo Lomba.

A entrada de Rossi deu mais pode de fogo para os vermelhos. Aos 25, após cruzamento, a zaga do Paraná afastou mal e a bola sobrou para Camilo, que chutou em cima do goleiro paranista. O Inter seguiu mais tempo com a bola, mas sem nenhuma objetividade do meio pra frente. Patrick, Nico López e Pottker não estão em um dia inspirado.

Camilo foi decisivo para o triunfo vermelho

Brilhou a estrela de Camilo ao fazer um gol na bola parada nos acréscimos. Aos 51, o meia bateu bonito na bola e ainda bateu na trave antes de entrar. Depois de tanto insistir os vermelhos foram premiados com um resultado positivo.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 x 0 PARANÁ

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre-RS

Data: 19/08/2018, Domingo

Horário: 11h (Brasília

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes: Daniel Luís Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Renda: R$1.220.310,00

Público Total: 44.959

Cartão amarelo: Jonatan Alvez, Fabiano, Nico López (Internacional), Igor, Rayan, Leandro Vilela, Carlos, Richard (Paraná).

Gol: Camilo (Internacional), aos 50 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano (Rossi), Rodrigo Moledo, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e Nico López; William Pottker (Lucca) e Jonatan Alvez (Camilo).

Técnico: Odair Hellmann

PARANÁ: Richard; Júnior, René, Rayan e Igor; Leandro Vilela (Jhony), Jhonny Lucas (Wesley Dias), Caio Henrique; Carlos, Silvinho e Rafael Grampola (Rodolfo).

Técnico: Claudinei Oliveira

Leia também