Goiás vence Vila Nova por 3 a 0 e fica próximo do título Goiano

O Vila Nova recebeu o Goiás neste domingo, no Serra Dourada, para dar início à decisão do Campeonato Goiano. Apesar de etapa inicial equilibrada, o Goiás abriu o placar nos acréscimos e ampliou o marcador no segundo tempo: a primeira final terminou 3 a 0 para o Esmeraldino. Gols de Alemão (contra), Tiago Luís e Carlos Eduardo.

Com isso, o Verdão abriu uma excelente vantagem para o segundo jogo, o definitivo para o título, podendo empatar ou perder por dois gols de diferença. Conforme o regulamento, não há critério de desempate por gol marcado fora de casa, o que daria ainda mais tranquilidade ao Goiás.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, às 16h (de Brasília), também no estádio Serra Dourada.

O jogo – A etapa inicial foi bastante equilibrada. Como é de se esperar em uma decisão com ida e volta, as equipes preferem dosar e sair aos poucos ao ataque. E foi assim no Serra Dourada. A primeira grande chance do jogo foi do Goiás, vinda dos pés de Léo Gamalho. Tiago Luís ganhou bem de Billy e tocou para o atacante. Ele, de dentro da área, finalizou, mas o goleiro Elisson, esperto, fechou o ângulo e fez uma ótima defesa.

Pouco antes da ida aos vestiários, o Vila Nova se lançou ao ataque. Em duas boas chances, uma de Everton, chutando de longe, e outra em um cruzamento da esquerda, com defesa à queima roupa de Marcelo Rangel, o gol parecia perto. No entanto, foi o Esmeraldino que abriu o placar.

Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Léo Sena deu um belo passe em profundidade para Carlos Eduardo. Dentro da área, o atacante cruzou rasteiro para o meio, de primeira, e viu Alemão tentar tirar, mas mandar contra o próprio gol. Intervalo com o Verdão em vantagem.

No início do segundo tempo, com um minuto, o Tigrão teve grande oportunidade para igualar o marcador. Depois de lateral batido para dentro da área, a zaga do Goiás afastou mal e ela sobrou limpa, à meia altura, para Wallyson. O atacante errou feio, furou e desperdiçou a possiblidade de empatar.

Aos 22 minutos da etapa final, o Goiás ampliou. Carlos Eduardo roubou a bola de Everton no meio-campo e passou para Tiago Luís. O meia se livrou da zaga do Vila com facilidade e chutou no canto direito de Elisson, forte. O goleiro só olhou e nada pôde fazer para evitar o segundo gol do jogo.

O Vila teve a grande chance de diminuir aos 24 minutos, com Moisés. Ele recebeu dentro da área e bateu para o gol. Marcelo Rangel até defendeu, mas a bola sobrou para o atacante. Com o goleiro no chão, ele bateu por cima, perdendo uma grande oportunidade.

Aos 46 minutos, Carlos Eduardo sacramentou a vitória do Goiás. Ele aproveitou péssimo recuo de Billy para Elisson, ganhou a dividida com o goleiro e teve calma e categoria para driblar Jonathan antes de dar números finais ao confronto. No final da partida, a torcida esmeraldina entoou gritos de “tricampeão” – caso leve esta edição, o Verdão conquistará o terceiro título seguido.