Goiás no Maracanã? Léo guarda boas lembranças do confronto em 2015

Reserva no segundo semestre, lateral não desanima com perda de espaço e quer seguir no clube. Com Marlon suspenso, revelação de Xerém fará sua 50ª partida na temporada

O lateral-esquerdo Léo, de apenas 21 anos, retornou de empréstimo em janeiro e quase foi repassado novamente pelo clube. No entanto, sem opções para posição, ganhou voto de confiança e se tornou de Abel Braga. Inclusive, é o atleta que mais defendeu o Fluminense até o momento. Dos 22 jogos que a equipe fez, ele participou de 19, marcando um gol e dando quatro assistências.

Nesta quarta-feira, no Maracanã, o atleta revelado em Xerém terá boas lembranças ao pisar em campo. Em 2015, o Tricolor vinha em uma sequência ruim de resultados e foi justamente contra o Goiás, no mesmo estádio, que ele deu o primeiro passe para um gol - na ocasião, o primeiro da vitória por 2 a 0, marcado por Fred. De lá para cá algumas portas foram abertas.


- O que mudou é que estou mais maduro, mais consciente e com mais responsabilidade ainda do que naquela época. Estou aqui para ajudar. Quero estar sempre jogando. Eu recebo para trabalhar, para estar em campo. É isso que estou fazendo, buscando melhorar a cada dia, me aprimorar para ajudar a equipe a conquistar coisas boas lá na frente - afirmou o lateral-esquerdo tricolor.

O camisa 15 esteve em campo na única partida do clube no Maracanã neste ano e ressaltou o apoio dos torcedores na Sul-Americana. Desta vez, conta com mais uma festa dos tricolores para reverter o resultado.

- É um jogo de 180 minutos. Vamos para o segundo tempo dele e espero que a nossa torcida compareça em grande número para nos apoiar, como fez contra o Liverpool. Aquilo foi fantástico. Mexeu com o brio dos jogadores. Quero ver o Maracanã igual ou melhor do que naquele jogo na quarta-feira. A torcida está cada vez mais junto do nosso time - ressaltou Léo.



E MAIS: