Godín quebra recorde importante em estreia do Uruguai na Copa do Mundo

Diego Godín foi veterano e capitão na estreia do Uruguai na Copa (Foto: Divulgação/AUF)


O Uruguai estreou na Copa do Mundo do Qatar com um empate em 0 a 0 com a Coreia do Sul, pelo Grupo H. Apesar de não ter sido uma grande partida da seleção celeste, um jogador em especial pôde ficar satisfeito com o desempenho. Trata-se de Diego Godín, que quebrou um recorde importante ao entrar em campo.

> ATUAÇÕES: Trio mostra serviço e Luis Suárez vai mal em empate do Uruguai contra a Coreia

Com 36 anos e 281 dias, o capitão Godín superou outro ídolo da seleção uruguaia, Obdulio Varela, campeão da Copa do Mundo de 1950 no Brasil, e se tornou o jogador mais velho a entrar em campo com a camisa celeste na competição.

A última partida do ex-jogador foi no Mundial de 1954, na Suíça, quando marcou um gol e se machucou na comemoração, sendo substituído invicto nas edições do torneio que disputou. Na ocasião, ele tinha 36 anos e 279 dias.

> Clique e confira a tabela completa e simulador da Copa do Mundo!

O atual zagueiro do Uruguai teve a escalação como titular muito contestada pelos uruguaios, que preferiam que o técnico Diego Alonso optasse pela juventude de Coates, não pela liderança e tradição.

Apesar da contestação, Godín quase mudou o placar final da partida ao mandar uma bela cabeçada no cantinho do gol, que acertou a trave, para desespero do defensor do Vélez Sarsfield, da Argentina.

Luis Suárez e Martín Cáceres, companheiros de Godín na partida de estreia na Copa do Qatar, também entraram na lista de jogadores mais velhos a atuarem pelo Uruguai na disputa.

Confira os jogadores mais velhos a entrarem em campo pelo Uruguai em Copas:

Diego Godín - 36 anos e 281 dias
​Obdulio Varela - 36 anos e 279 dias
Roque Maspoli - 36 anos e 264 dias
Luis Suárez - 35 anos e 304 dias
Martin Cáceres - 35 anos e 231 dias