Globo não transmitirá em TV aberta estreia de Pietro Fittipaldi na F-1

LUCIANO TRINDADE
·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Grande Prêmio de Fórmula 1 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Grande Prêmio de Fórmula 1 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A volta de um brasileiro ao grid da F-1 após um hiato de quase três anos não será exibida na TV aberta. Neste domingo (6), o GP de Sakhir, às 14h10 (de Brasília), no Bahrein, que marcará a estreia de Pietro Fittipaldi na categoria, será transmitido somente pelo SporTV 2.

Dona dos direitos de transmissão da F-1 no país, a Globo optou por não alterar sua grade de programação, uma vez que a corrida será no início da tarde, horário no qual a emissora prevê a exibição do filme "Círculo de Fogo" a partir das 13h40 e, na sequência, às 15h45, a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro.

No último fim de semana, a Globo exibiu o GP do Bahrein, no mesmo circuito onde ocorrerá a etapa do próximo domingo. A prova começou às 11h10 (de Brasília), e chegou a ficar paralisada por cerca de uma hora e meia após o grave acidente com Romain Grosjean, da Haas, mas foi transmitida até o fim, por volta das 14h10.

Foi justamente a batida do piloto francês, que teve seu carro partido ao meio depois de atravessar o guard rail, que possibilitou a estreia de Pietro, neto do bicampeão Emerson Fittipaldi. Ele é reserva da escuderia americana. Grosjean escapou do acidente sem ferimentos graves e se recupera de queimaduras nas duas mãos.

A última corrida de F-1 com a presença de um brasileiro no grid exibida em TV aberta ocorreu em novembro de 2017, quando Felipe Massa se despediu no GP de Abu Dhabi.

A decisão da Globo de não exibir a corrida deste domingo ocorre em meio à negociação da emissora com a FOM (Formula One Management), braço comercial da F-1 e que pertence ao grupo Liberty, para renovar o vínculo que se encerra ao fim desta temporada, neste mês de dezembro.

Em agosto deste ano, a emissora havia decidido não estender o vínculo, mas voltou atrás recentemente e retomou negociações com a Liberty. As partes agora tentam acordar um novo valor.

A mudança de postura da Globo se deu após a saída da Rio Motorsports da intermediação. A empresa havia adquirido o direito de comercializar a exibição da categoria no país, porém não conseguiu firmar contrato com nenhum canal.