Globo fecha com cinco times após desistência da Turner de exibir Brasileiro

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Globo anunciou nesta quinta-feira (7) acordo com cinco times para exibir o Campeonato Brasileiro em TV fechada. Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos assinaram contrato com validade de 2022 a 2024 e terão suas partidas transmitidas pelo canal esportivo da emissora carioca, o SporTV.

Esses clubes tinham compromisso com a Turner, que resolveu sair da competição no próximo ano. A empresa, que geralmente mostrava os jogos nos canais TNT Sports e HBO Max, exerceu a cláusula que lhe dava o direito de deixar o torneio e ficará apenas até o término da edição atual.

Das equipes que tinham parceria com a Turner, três ainda não têm contrato de TV fechada para o próximo Brasileiro. Estão nessa situação Athletico, Bahia e Palmeiras, que, segundo a Globo, receberam a mesma oferta aceita por Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos.

O modelo distribui a verba da seguinte maneira: 40% divididos igualitariamente entre 20 times da Série A, 30% alocados de acordo com a classificação na tabela e 30% distribuídos de maneira proporcional ao número de partidas transmitidas. A emissora afirma que não há espaço para negociação.

"Essa proposta tem sido apresentada para todos os clubes que retomaram os direitos na TV por assinatura. Mantivemos esse modelo em todas as aquisições negociadas ao longo dos últimos anos por coerência, por respeito aos clubes que já têm acordo com a Globo e pelo propósito de construir um modelo coletivo", afirmou Fernando Manuel Pinto, diretor de direitos esportivos da empresa.

Os novos acertos não mudam o que já está em vigor na TV aberta e no pay-per-view. Na TV aberta, a Globo tem contrato com todos as equipes da Série A até 2024. No pay-per-view, tem acordo com 19 agremiações -a exceção é o Athletico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos