Globo é multada em R$9,9 milhões após denúncias de torcida do Palmeiras

·1 minuto de leitura


Responsável pela transmissão de quase todos os jogos do Brasileirão, a Rede Globo foi multada pelo Procon em R$9,9 milhões por não alertar os torcedores de que os jogos do Palmeiras e do Athletico-PR não seriam transmitidos no Premiere. A informação foi divulgada pelo blog Notícias da TV.

Em 2019, os dois clubes não chegaram a um acordo com a emissora para a transmissão de suas partidas no Pay-Per-View. Com isso, os jogos dos times que não eram designados para a TV aberta ou para os canais fechados não poderiam ser vistos.

Por isso, muitos torcedores alegaram que foram lesados, dado que, segundo eles, não foi feito nenhum alerta por parte da empresa ou das provedoras de TV a cabo e, por isso, o pagamento do serviço no valor integral seria injusto. Deste modo, a emissora foi condenada pelo Procon a pagar uma multa de R$9,9 milhões.

A Globo, no entanto, entrou na Justiça para reverter a punição e alegou abuso. Segundo a empresa, a informação de que os confrontos das duas equipes não seriam transmitidas pelo Premiere estavam disponíveis nos sites de divulgação. Além disso, foi dito que não existiu propaganda enganosa, pois a emissora afirmou ter a “maior cobertura do Brasileirão”, não a cobertura de todos os times.

Ainda no início do Brasileirão de 2019, o Palmeiras chegou aceitou a proposta para ter suas partidas transmitidas no Pay-Per-View. O Athletico-PR, no entanto, ainda não chegou a um acordo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos