Giroud x Kane: centroavantes de França e Inglaterra vivem momentos históricos pelas respectivas seleções


Dois dos melhores ataques da Copa do Mundo, França e Inglaterra terão pela frente um confronto decisivo, às 16h, no sábado, pelas quartas de finais. De um lado, Olivier Giroud, que deu a volta por cima depois de passar em branco na Rússia e assumiu a artilharia francesa em Mundiais. Do outro, Harry Kane, artilheiro em 2018 e que está a um tento de igualar o número de gols de Rooney com a camisa inglesa.

Artilheiros e líderes de suas seleções, os centroavantes vivem grande momento na Copa do Mundo e chegam em alta para o confronto. Na última edição da Copa, apesar do título e da coroação desta geração francesa, Giroud passou em branco nos sete jogos e foi criticado pela imprensa por suas atuações. Apesar disso, Deschamps sempre confiou em seu centroavante, que havia marcado na Copa de 2014.

A última vez em que um centroavante de uma seleção campeã havia passado em branco foi também um francês. Stephane Guivarc’h não estufou a rede na campanha do primeiro título, em 1998, quando a França sediou o Mundial pela segunda vez na história (em 1938 foi o primeiro). Por outro lado, o centroavante do Milan já anotou três e está atrás apenas de Mbappé na artilharia da Copa.

+ Confira e simule a tabela da Copa do Mundo

Com o tento diante da Polônia, o jogador se tornou o maior artilheiro da história da Seleção Francesa. Com isso, o atacante alcançou a marca de 52 gols (em 117 partidas) com a camisa de seu país e ultrapassou Thierry Henry, que era o dono do recorde até então.

- O recorde, inevitavelmente, me lembra dos anos que passei, os 11 anos com a seleção, com bons e maus momentos. O mais importante é passar um bom exemplo para os jovens no dia a dia. Comecei na seleção aos 25 anos. Não podemos ter tudo de uma vez. É preciso confiar em suas qualidades. Estou orgulhoso de alcançar essa marca, mas não quero parar por aqui - disse.

Na coletiva desta terça, o centroavante também respondeu sobre a sintonia com Mbappé em campo, que tem dado muitas alegrias ao torcedor. Ambos participaram de oito dos nove gols da seleção nos quatro jogos disputados até aqui.

+ Copa do Mundo: Mbappé não participa de treino da França


- Não foi nada calculado, eu ri muito das montagens. O esporte de alto nível nos proporciona bons momentos como este. Para mim, isso significou muito. Todas as partidas são difíceis de vencer. Sabemos o quanto é difícil. Este gol foi um grande alívio. Para mim, a nossa relação sempre foi boa. Este entusiasmo contagiante mostra que queremos transmitir a todos e dar prazer aos nossos torcedores - frisou.

Olivier Giroud e Kylian Mbappé - França
Olivier Giroud e Kylian Mbappé - França

Giroud e Mbappé em ação com a camisa da França na copa do Mundo do Qatar (Foto: Franck Fife/AFP)

Depois da quarta colocação em 2018, a geração inglesa busca mostrar ao mundo do futebol que pode disputar o título da Copa e erguer a taça pela segunda vez (triunfou em 1966). O English Team tem feito uma campanha consistente e passou de forma tranquila por Senegal nas oitavas. Contudo, Harry Kane tem sido decisivo de uma maneira diferente e não briga pela artilharia no momento.

+ Sterling só voltará a defender a Inglaterra na Copa se tiver garantias de segurança para a família, diz site

Artilheiro com 6 gols, na Rússia, o centroavante só foi marcar seu primeiro gol nesta Copa nas oitavas. No entanto, é líder de assistências e já deu três passes decisivos para gols dos companheiros. O centroavante do Tottenham sabe das dificuldades que irá encontrar diante da atual campeã, mas a Inglaterra possui o melhor ataque da Copa ao lado de Portugal, com 12 gols. Além disso, chega com moral e é superior que o adversário nos confrontos diretos na história do torneio.

- Contra a França vai ser difícil, são os atuais campeões, realmente muito difícil, vamos tentar descansar um pouco e nos preparar para essa partida - declarou Kane em entrevista pós-jogo.

Será a primeira vez que Inglaterra e França se encontrarão em uma fase eliminatória de Copa do Mundo. Os duelos anteriores em Mundiais valeram pela primeira fase, em duas oportunidades. Ambos os jogos foram vencidos pelos ingleses, em 1966 e 1982.

+ Goleiro da Inglaterra manda recado para a França: 'Eles têm que se preocupar'

Com o gol diante de Senegal, Kane alcançou a marca de 52 gols com a camisa da Inglaterra (em 79 partidas) e está a apenas um de igualar outro grande ídolo do país: Wayne Rooney. Como tem 29 anos, a tendência é que o atleta esteja presente no Mundial de 2026, porém quer ser decisivo e bater a marca ainda nesta edição.

Inglaterra x Senegal - Harry Kane
Inglaterra x Senegal - Harry Kane

Furacão Harry Kane tem um gol e três assistências nesta Copa do Mundo (Jack Guez / AFP)