Giroud supera Henry e se torna o maior artilheiro da história da seleção francesa

Antes de chegar ao Catar, Olivier Giroud sofria com as críticas por não ter marcado nenhum gol na Copa do Mundo da Rússia, onde foi titular no título mundial francês. No entanto, agora pode esbanjar um recorde. Ao marcar diante da Polônia, neste domingo, pelas oitavas de final, superou Thierry Henry como maior artilheiro da história da seleção francesa. Agora, são 52 gols.

Giroud - 52 gols

Thierry Henry - 51 gols

Griezmann - 42 gols

Michel Platini - 41 gols

Benzema - 37 gols

Trezeguet - 34 gols

Zidane - 31 gols

Entenda: Hostilidade de muçulmanos em relação aos homossexuais tem pouca base no Alcorão

Tabela de jogos: Veja tabela de jogos da Copa do Mundo 2022

Simulador da Copa: No simulador da Copa do Mundo 2022, você decide quem ganha

O atacante foi peça fundamental no ataque campeão do mundo há quatro anos. Se não balançou as redes, sua função em campo ao lado de Mbappé e Griezmann no setor ofensivo foi determinante para a conquista do bicampeonato diante da Croácia.

No entanto, Giroud só iniciou a competição como titular após a lesão de Karim Benzema. Com isso, o jogador do Milan deve ter mais minutos em campo no Mundial do Qatar e pode se isolar nesta artilharia.

— Estou muito feliz por fazer parte dessa aventura, é um grande orgulho fazer minha terceira Copa do Mundo. Meu papel, já falei sobre isso no passado. Conversei com o treinador, está tudo claro. Assim que for necessário, tentarei trazer o que sei fazer — disse o atleta que jogou as Copas de 2014 e 2018.