Giroud bate recorde, Mbappé faz 2 e França vai às quartas com vitória sobre Polônia

Giroud e Mbappé comemoram vitória da França sobre a Polônia

Por Julien Pretot

DOHA (Reuters) - Olivier Giroud estabeleceu o novo recorde de gols da França e Kylian Mbappé brilhou em dois lances para levar a França às quartas de final da Copa do Mundo com uma vitória por 3 x 1 contra a Polônia, neste domingo.

Os atuais campeões mundiais, que enfrentarão Senegal ou Inglaterra na disputa por uma vaga nas semifinais, tiveram bastante trabalho contra uma perigosa seleção polonesa no primeiro tempo, mas conseguiram marcar o primeiro gol pouco antes do intervalo, quando Giroud se tornou o artilheiro de todos os tempos da França com 52 gols.

Mbappé ampliou aos 29 minutos do segundo tempo com um chute forte e alto, e marcou o terceiro com uma finalização de curva que entrou no ângulo do goleiro polonês Wojciech Szczęsny.

Giroud, de 36 anos, que não marcou um gol sequer na Rússia há quatro anos, havia empatado com Thierry Henry em 51 gols depois de marcar duas vezes na vitória por 4 x 1 da França sobre a Austrália no jogo de abertura do Grupo D.

A Polônia, na fase de mata-mata pela primeira vez desde 1986 e buscando uma primeira participação nas quartas de final desde 1982, teve uma grande chance no primeiro tempo, mas o meio-campo francês fez um ótimo trabalho ao cortar a linha de alimentação de Robert Lewandowski -- que marcou nos acréscimos, de pênalti, o gol de honra.

O goleiro Hugo Lloris fez sua 142ª partida pela França e agora está empatado com Lilian Thuram como o jogador com mais partidas pela seleção francesa, e sua experiência foi importante quando ele fez uma excelente defesa rápida para impedir um gol de Piotr Zielenski.

O técnico francês, Didier Deschamps, havia alertado que havia mais na Polônia do que apenas Lewandowski, e ele provou que estava certo no estádio Al Thumama, já que os franceses enfrentaram dificuldades na defesa.

"Não foi fácil porque eles são uma equipe bem organizada e tivemos que fazer algumas mudanças de posição no intervalo", disse Deschamps. "Somos um time unido e esta noite o comportamento impecável dos jogadores foi recompensado. Agora vamos passar um pouco de tempo com nossas famílias".

Com os dois gols contra a Polônia Mbappé se tornou o primeiro jogador a marcar nove gols na Copa do Mundo antes de completar 24 anos, tendo marcado tantos quanto o argentino Lionel Messi, de 35 anos.

A marca ajudou Mbappé a apagar memórias dolorosas da Eurocopa do ano passado, quando perdeu o pênalti decisivo que colocou a Suíça nas oitavas de final após um empate em 3 x 3.

No fim do jogo, uma mão na bola de Dayot Upamecano deu a Lewandowski a chance de fazer um gol de consolação com um pênalti que foi primeiro defendido por Lloris antes de ser repetido porque o goleiro não estava com ao menos um dos pés na linha na hora da cobrança.

"Lutamos, criamos algumas oportunidades, algumas muito claras, especialmente no primeiro tempo, é uma pena que não tenha acontecido nada", disse Lewandowski.