Giovanni passará por cirurgia e deve ficar fora de combate por três meses

O meia Giovanni Augusto, do Corinthians, foi diagnosticado com uma lesão na cartilagem do tornozelo esquerdo, passará por cirurgia e deve ficar até três meses em recuperação após sofrer uma pancada no local durante a partida contra o Internacional, na quarta-feira, no Beira-Rio. A informação foi confirmada pelo médico do Corinthians Ivan Grava, durante o treino da equipe na manhã desta sexta-feira.

O procedimento ainda não tem data marcada, mas deve ser realizado na próxima semana. De acordo com Grava, o local ainda está bastante inchado devido ao entorse sofrido, o que impossibilita a intervenção cirúrgica. Enquanto isso, Giovanni, que ficou em campo por apenas 18 minutos frente ao Colorado, fará um tratamento com gelo para diminuir o inchaço e tentar acelerar a recuperação.

O lance em questão se deu já na metade final do segundo tempo, quando Giovanni deu um drible no volante Rodrigo Dourado, no meio-campo, e recebeu a falta. Reclamando de muita dor, ele caiu no chão e demorou bastante tempo para conseguir se recolocar de pé. Como não apresentou condições de seguir no jogo, o técnico Fábio Carille teve de substituí-lo para promover a entrada de Léo Jabá.

A contusão é a segunda do armador na temporada, justamente no jogo que ele voltava após perder 20 dias com um estiramento muscular na coxa direita. Nesse espaço de tempo, por sinal, Giovanni quase deixou o clube em uma troca envolvendo o próprio Internacional. O atleta, porém, não quis mudar-se temporariamente para o Rio Grande do Sul e impediu a chegada de Valdívia ao elenco corintiano.