Giovanni crê que substituiu Victor à altura: 'Dei conta do recado'

Há seis anos e meio no clube mineiro, o arqueiro só não levantou uma taça em 2011

Nos últimos dois jogos, o goleiro Victor retomou a titularidade do gol do Atlético-MG. Desde dezembro o camisa 1 estava se recuperando de uma cirurgia no ombro direito e vinha sendo substituído por Giovanni, que garante: deu conta do recado.

- Procurei aproveitar da melhor maneira esse período. Tive algumas boas atuações e os números foram positivos. Acredito que de maneira geral eu dei conta do recado - opinou Giovanni.

O arqueiro também falou de sua amizade com Victor e 'lamentou' que só haja espaço para um goleiro.

- Todos sabem do meu relacionamento com o Victor. Além de um grande amigo, é um grande profissional. A posição de goleiro é ingrata. Só joga um atleta e não dá brecha para erros. Vou continuar executando meu trabalho com muito profissionalismo como faço desde que cheguei ao Galo. Tudo isso, para quando tiver uma nova oportunidade eu possa ter boas atuações - comentou Giovanni.

Ele defende o alvinegro desde 2011 e apenas pela segunda vez superou a barreira dos 15 jogos em uma temporada. Em 2017 foram 16 jogos, sendo 11 vitórias, dois empates e três derrotas, uma média de 72% de pontos conquistados. Além disso, a sua média de gols sofridos também agrada: foram 13 gols e uma média de 0,81 por jogo. Em 2012 ele fez 17 jogos.

Com Giovanni à disposição no banco de reservas, o Atlético-MG volta a campo no próximo domingo, às 16h, quando visita o Cruzeiro, no Mineirão, pela ida da final do Campeonato Mineiro.









E MAIS: