Ginasta italiana é defendida por Simone Biles após fake news acusá-la de racismo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Biles é uma das maiores ginastas de todos os tempos - Foto: Carmen Mandato/Getty Images
Biles é uma das maiores ginastas de todos os tempos - Foto: Carmen Mandato/Getty Images

Uma ginasta italiana tem sido alvo de ataques nas redes sociais após ser acusada erroneamente de racismo contra Simone Biles. Vanessa Ferrari foi defendida inclusive pela estrela norte-americana da modalidade.

Um vídeo circulou na internet comparando os desempenhos de Ferrari e Biles no solo. Enquanto a norte-americana crava seus movimentos, a italiana sofre uma forte queda, ocorrida na final do Mundial de 2017, que inclusive a obrigou a passar por cirurgia.

Leia também:

A mensagem afirma, ainda, que italiana teria acusado Biles de só conquistar bons resultados por causa de sua cor de pele. O comentário, porém, foi feito por uma colega de seleção de Ferrari, Carlotta Ferlito, em 2013.

Na ocasião, Ferlitto mostrou-se irritada com o sucesso de Biles em uma competição na Antuérpia e afirmou: “Eu falei com a Vanny (Vanessa Ferrari) que da próxima vez deveríamos pintar nossa pele de preto, assim também poderíamos vencer”.

Ferlitto chegou a ser afastada da seleção italiana de ginástica, mas, de alguma forma, o assunto foi retomado com a acusação de que Ferrari teria sido a responsável pela declaração. Isso gerou um “linchamento virtual” da italiana.

“Acho que vocês estão confusos. Esta acusação sobre mim está errada. Não fui eu quem disse isso, mas uma colega, há muitos anos. Então, antes de acusar alguém, tenham certeza de saber o motivo. Porque vocês estão acusando a pessoa errada e isso é horrível”, escreveu nas redes sociais.

Simone Biles utilizou as redes sociais para defender Ferrari - Foto: Reprodução/Instagram
Simone Biles utilizou as redes sociais para defender Ferrari - Foto: Reprodução/Instagram

“Gente, por favor, parem de atacar a Vanessa. Ela sempre foi gentil com o time Estados Unidos e comigo. Isso aconteceu há anos, mas foi outra pessoa que falou. Espero ver a Vanessa recebendo desculpas formais de todos pelos ataques”, publicou Biles também nas redes sociais.

Aos 24 anos, a norte-americana é a maior estrela da ginástica artística e favorita ao ouro em boa parte dos aparelhos da modalidade na Olimpíada de Tóquio. Ferrari, de 30 anos, também está no Japão para a disputa dos Jogos e tem no solo sua maior chance de medalha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos