Ginástica artística reúne grupo seleto em estágio no Rio já de olho em 2021

LANCE!
·1 minuto de leitura


A Seleção Brasileira masculina de ginástica artística iniciou no último domingo um primeiro estágio de treinamento no Centro de Treinamento Time Brasil, localizado no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, desde o retorno do período de isolamento, causado pela pandemia. A atividade, que conta com um grupo selecionado de atletas, vai se estender até a próxima quarta-feira. Um dos astros presentes é o campeão mundial e medalhista olímpico Arthur Nory.

- Esta etapa é muito importante para avaliar os atletas, estabelecer metas e planejar os próximos passos. O grupo está bem. Cada um respeitou muito bem os seus limites. O retorno aos treinos foi gradativo e seguro. Todo o grupo está motivado e buscando a melhor preparação para as competições previstas para 2021 - diz Marcos Goto, que é Coordenador da Seleção de Ginástica Artística Masculina.

Juliana Fajardo, Gestora Esportiva do Comitê Olímpico do Brasil (COB) com atuação junto à Ginástica, salienta a importância dessa ação realizada no Rio.

- Este é o primeiro estágio de treinamento no Centro de Treinamento após o período de isolamento. Buscamos mapear os principais atletas da Seleção e, junto aos treinadores, estabelecer o planejamento para o próximo ano.

O COB e a CBG elaboraram um protocolo rígido para garantir a segurança de todos os participantes. Por esse motivo, a atividade não foi aberta a um elevado número de ginastas e treinadores.

Segundo Goto, este é o momento de abastecer a comissão técnica de indicadores e dados que vão nortear o planejamento para 2021.

- Neste estágio a prioridade é a avaliação da condição física dos atletas, por meio de testes biomecânicos, funcionais e uma vasta avaliação com a equipe multidisciplinar, o que inclui testes no Laboratório Olímpico. Esse mapeamento fará diferença para identificarmos pontos prioritários de melhoras, traçar as estratégias e objetivos individuais.