Gilson Kleina vê grupo feliz com a final, mas garante pés no chão

O técnico Gilson Kleina demonstrou otimismo após o último treino da Ponte Preta antes do jogo de ida da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians, que acontece neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli. O comandante da Macaca celebrou o fato de sua equipe estar na decisão, no entanto, assegurou que todo o grupo está com os pés no chão diante da possibilidade de dar o clube o primeiro título de sua história.

Ponte Preta e Corinthians decidirão o Estadual deste ano após 40 anos da fatídica final de 1977, quando o Corinthians encerrou um jejum de 23 anos sem título com o gol de Basílio no Morumbi e ergueu o troféu de campeão paulista daquele ano. Agora, a Macaca quer se vingar e fazer história contra o Timão.

“São dois times parecidos. Quem tiver mais vontade será o campeão. Apesar de toda a evolução que tivemos, nunca houve euforia. Vi o grupo feliz, mas focado para o próximo objetivo. É agora que tem de fortalecer ainda mais o objetivo, é um grupo que está querendo. Sabemos da pressão, mas o clima é de otimismo, de acreditar que o grupo é capaz, que a torcida faz a diferença. Todo mundo com os pés no cão, faltam 180 minutos para ter e explosão final”, disse Gilson Kleina.

Todos os ingressos para o primeiro jogo da grande decisão do Campeonato Paulista já estão vendidos. A diretoria espera que 17,5 mil pessoas compareçam ao Moisés Lucarelli neste domingo, quando a Ponte Preta tentará repetir o feito das quartas e da semifinal, conquistando um ótimo resultado em casa para decidir o título com a vantagem debaixo do braço no jogo de volta, em Itaquera.

“É entrar com o sentimento de que cada dividida pode ser a dividida do título, cada cabeçada por ser a cabeçada do título. Que a ousadia e a coragem deles possam prevalecer. Vamos enfrentar um gigante do outro lado, mas também temos um gigante em nós. Temos que botar isso para fora, a união desse grupo é incrível. O time deu liga e encaixou” , completou Gilson Kleina.

Neste sábado o elenco da Ponte Preta encerrou a preparação para o duelo contra o Corinthians no Moisés Lucarelli, que foi aberto para que os torcedores pudessem apoiar o time durante a atividade. Como trabalhou com os portões fechados na última quinta e sexta-feira, Gilson Kleina comandou apenas um rachão descontraído para os atletas sentirem a energia dos pontepretanos na véspera da decisão.