Gilberto Gil é hostilizado por brasileiros durante a Copa do Mundo no Qatar

Gilberto Gil durante uma partida na Copa do Mundo (Foto: Instagran/Gilberto Gil)


No Qatar para acompanhar a Copa do Mundo, o cantor Gilberto Gil, de 80 anos, e sua esposa Flora Gil, de 62, foram hostilizados por torcedores brasileiros no momento em que caminhavam até a arquibancada do estádio Lusail para apoiar a Seleção Brasileira na estreia contra a Sérvia, na última quinta-feira (24).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em vídeos publicados nas redes sociais, é possível observar o momento em que o casal é abordado e recebido pelos torcedores com palavrões. Dentre as ofensas, é possível identificar um torcedor dizendo "Vamo, Lei Rouanet", em referência à lei de incentivo a projetos culturais, e "Vamo, Bolsonaro".

- Vem, vem. Você ajudou o Brasil pra c***. Vamos lá. Vai lá. Valeu, Lei Rouanet. Obrigado, filho da p*** - disse um dos torcedores.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Por outro lado, um outro torcedor com a camisa da Seleção Brasileira abordou o cantor para tirar uma selfie enquanto outros seguiam com as ofensas.

Depois das ofensas, figuras importantes da sociedade brasileira prestaram suas condolências ao cantor de 80 anos.

- Meu irmão na música e na vida, Gilberto Gil, foi injuriado por bolsonaristas no Qatar. Ele tem 80 anos e estava com sua esposa. Quero prestar solidariedade ao gênio Gil e dizer que nós, os artistas, assim como a verdadeira sociedade, esperamos que os criminosos sejam punidos - escreveu Caetano Veloso em sua conta no Twitter.

+ Humor na Copa: veja os memes do 7º dia do Mundial do Qatar

A filha do artista, Preta Gil, também utilizou suas redes sociais para lamentar o ocorrido e apoiar o pai.

- O que aconteceu com meu pai e Flora no dia do jogo do Brasil no Qatar, onde foram agredidos verbalmente, é assustador. O que fizeram com meu pai foi tão agressivo, tão nojento e tão violento que devemos sim nos revoltar - publicou a filha de Gilberto Gil.

No último sábado (26), Gilberto Gil acompanhou a vitória da Argentina por 2 a 0 sobre o México, que manteve os argentinos vivos na briga por uma vaga na fase mata-mata da Copa do Mundo. O cantor de 80 anos, inclusive, chamou atenção ao aparecer com uma camisa do Cruzeiro.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.