Gilberto critica calendário e não vê motivo para desespero no Tricolor

O São Paulo não venceu as últimas quatro partidas, caiu de produção ofensivamente e continuou cometendo erros defensivos. Apesar disso, o centroavante Gilberto pede calma à torcida e não vê motivo para desespero neste início de temporada, em que o técnico Rogério Ceni busca encontrar o time ideal.

“Somos um grupo recém-formado, por mais que a gente esteja indo bem, muito bem para mim, pelo começo. A gente não ganha, mas também não perde. Isso é importante. Aos poucos vamos buscar o equilíbrio”, disse o artilheiro da equipe na temporada, com sete gols, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira.

“Às vezes as coisas saem do curso, mas não adianta desespero. Vocês (jornalistas) aumentam um pouco. O São Paulo toma gols em todos os jogos, mas tem que ter calma porque uma hora as coisas vão se acertar de novo”, confiou.

Questionado sobre por que da queda de produção do Tricolor nos últimos jogos, Gilberto culpou o calendário, que de fato não dá descanso ao time do Morumbi. Desde que a temporada começou, Ceni não teve uma semana inteira de treinos. Neste ano, a equipe já disputou 14 jogos oficiais, entremeados por no máximo quatro dias.

“Estamos sem tempo para treinar. O calendário não ajuda muito a jogar na mesma intensidade sempre. É difícil falar, mas a intensidade realmente caiu um pouco. Estamos buscando todo dia para voltar o mais rápido possível, principalmente para este clássico tão importante”, justificou, referindo-se ao duelo com o Corinthians, neste domingo, no Morumbi.

Caso vença o arquirrival, o Tricolor garante a classificação à próxima fase do Campeonato Paulista, além de recuperar a confiança. “Passando para as quartas, somos favoritos para o título, mas tudo a seu tempo. Vamos buscar fazer tudo da melhor maneira, como o Rogério pede, porque confiamos muito nele e no que ele passa”, concluiu.