Gilberto comenta sobre os treinos virtuais e o cuidado durante a quarentena

Nesta semana, o Bahia voltou aos trabalhos na Cidade Tricolor e o atacante Gilberto, grande nome do sistema ofensivo, comentou sobre a volta do futebol no país e a atitude das autoridades.

‘Os médicos do Brasil inteiro, governadores, presidente, estão vendo que agora é o momento de voltar. A gente não pode, com tudo o que está acontecendo, tanta gente desempregada, recusar e não voltar. A gente tem que fazer o nosso esforço para entregar algo bom para o Brasil. Espero que os jogos voltem logo, que a gente possa ajudar outras pessoas a terem o emprego de volta’, comentou.

Em relação a volta aos trabalhos presenciais, o jogador acredita contou da sua rotina no período de quarentena dentro de casa e o convívio com os familiares, que costumam sofrer ao longo da temporada com a distância.

‘Treinar em casa não deve ser nem uma ordem dos comandantes, mas uma questão pessoal de cada um. Sabíamos que em algum momento o futebol iria voltar e teríamos pouco tempo para treinar. Se doar ao máximo com o pouco de espaço que tinha para treinar’.

‘Parei 10 dias quando deram as férias. O restante eu treinei normalmente. Domingo e sábado para dar atenção à família, mas no restante da semana estava treinando pesado para voltar bem. Jogador tem que se cuidar em todos os momentos. Procuro fazer isso’, concluiu.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também