Gilberto, Alecsandro, Riascos... Cano tenta repetir centroavantes do Vasco contra o Flamengo

Felippe Rocha
·1 minuto de leitura


Que Cano é o destaque maior do Vasco nesta temporada passa longe de ser novidade. E, nesta quinta-feira, o artilheiro do time tenta, diante do Flamengo, marcar o primeiro dele no Clássico dos Milhões. Mais do que isso, procura se colocar na seleta lista de centroavantes que marcaram em vitórias sobre o maior rival.

Nos últimos dez anos, somente Gilberto, hoje no Bahia, Alecsandro, que está no Figueirense, e Riascos, que esteve no Always Ready, da Bolívia, no ano passado. Eles eram centroavantes de times cruz-maltinos e fizeram gols em vitórias sobre o Rubro-Negro.

Esta escassez se dá, também, pelo jejum atual, de quase cinco anos sem vitórias do Vasco no confronto. Gilberto marcou, de pênalti, o gol do 1 a 0 que classificou o time para a final do Campeonato Carioca de 2015; naquele mesmo ano, pelo mesmo placar, Riascos garantiu triunfo no Campeonato Brasileiro.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O colombiano voltou a marcar em 2016, num 2 a 0 pelo Brasileiro (Andrezinho fez o outro). Já Alecsandro, empatou o placar no 2 a 1 pelo Estadual de 2012 (Vágner Love abriu o placar e Diego Souza, meia à época, virou). Nos dez anos anteriores, nomes como Élton, Leandro Amaral e, é claro, Romário, brilharam.

Houve também Marco Brito, em 2004, e Viola, em 2001. Nomes de mais ou menos sucesso no futebol como um todo e no Vasco em especial. O homem-gol do Vasco na temporada atual tenta marcar seu nome, agora, na história de um dos maiores clássicos do planeta. Será a segunda tentativa. No primeiro turno, o argentino passou em branco.