Gil encara duelo contra o Fortaleza como jogo de seis pontos e avalia metas do Corinthians no Brasileirão

·2 min de leitura


Um dos atletas mais experientes do elenco do Corinthians, o zagueiro Gil não esconde a importância do duelo contra o Fortaleza, às 16h deste sábado (6), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Neo Química Arena, em Itaquera.

Atualmente, o Timão é o sexto colocado no Brasileirão, com 44 pontos, quatro a menos que o adversário deste fim de semana, que é o quinto. As duas equipes perseguem o Red Bull Bragantino, primeiro time no G4, zona de classificação direta a fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

O camisa 4 corintiano ressaltou a presença da torcida corintiana em Itaquera em sua totalidade, assim como na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, na última segunda-feira (1º), mas negou que exista clima de rivalidade, pelo fato do Leão do Pici ter batido o Timão no primeiro turno, em Fortaleza, por 1 a 0.

- Uma partida muito difícil. Se eu não me engano eles estão quatro ou cinco pontos na nossa frente, quatro pontos. Então, a gente tem o apoio da nossa torcida, a parte mais importante de tudo. Estamos com a cabeça boa e enceramos a preparação para fazer um grande jogo, de seis pontos Não tem rivalidade nenhuma, apesar de termos perdido no Ceará (no primeiro turno) - afirmou o defensor em entrevista coletiva virtual concedida na véspera da partida.

Cauteloso, Gil admite sonho por vaga no G4 no fim do Brasileirão, mas garante que o time trabalha jogo a jogo.

- Rodada a rodada. Trabalhamos em cima da rodada. Assim como contra a Chapecoense, conseguimos vencer praticamente na última bola, e sabemos que a nossa realidade é pontuar o máximo possível para ir à Libertadores e termos condições de planejarmos melhor o próximo ano. Sabemos que a cada rodada temos que pontuar, não sabemos se será empate fora de casa, vitórias, mas nas últimas nove rodadas o campeonato ficará mais estreito e precisamos pontuar - declarou Gil.

Diante do Fortaleza, Gil é provável titular na zaga, formando a dupla com João Victor, que tem nove anos a menos, mas tem casado bem com o experiente defensor, que está na sua segunda passagem pelo Timão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos