Gignac avisa que jamais jogaria pelo PSG: “Prefiro morrer”

O atacante francês André Pierre Gignac, hoje na equipe do Tigres, do México, não esconde sua forte ligação com o Olympique de Marseille, equipe pela qual teve boa passagem. Sentimento que causa até mesmo o ódio do atacante por outro grande clube do país, o Paris Saint-Germain, camisa que Gignac garante que nunca irá vestir.

“Ódio eu possuo apenas pelo Paris Saint-Germain. Prefiro morrer do que jogar para eles. Não iria para o PSG nem se eles me oferecessem um salário 10 vezes maior ao que eu ganho agora”, disparou o atacante em entrevista para a imprensa mexicana.

A forte aversão de Gignac ao clube da capital francesa o faz torcer contra a equipe dirigida por Unai Emery. E na recente vitória antológica do Barcelona sobre o PSG, por 6 a 1, na Liga dos Campeões, o jogador confessa ter reagido de maneira eufórica no último gol – o que garantiu a classificação dos espanhois para a próxima fase e eliminou os franceses.

“Vocês não fazem ideia de como eu gritei no sexto gol do Barcelona na Liga dos Campeões. Eu corri, gritei… minha esposa ficou até um pouco assustada”, revelou.