Gerente da base do Vasco faz balanço do trabalho e elogia Luxa: 'Ele tem um carinho especial pelos meninos'

Felipe Melo
·5 minuto de leitura


Os Meninos da Colina se preparam para mais uma decisão. No próximo dia 21, o time sub-20 do Vasco encara o Atlético-MG, na final da Supercopa do Brasil, que garante uma vaga na Copa Libertadores da América da categoria. Com isso, o Lance! traz um balanço sobre as temporadas recentes dos jovens, e uma entrevista com o gerente do futebol de base do clube: Carlos Brazil.

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro


Diante de uma crise financeira, o Vasco necessita ainda mais trabalhar bem a formação de seus jovens, que são responsáveis pelo futuro da equipe. Para isso, o clube conta com o gerente de futebol de base, Carlos Brazil, que fez uma análise sobre as melhorias feitas na preparação e transição desses jovens para o profissional.

- Acredito que o trabalho tenha sido super positivo. Houve forte investimento em recursos humanos, metodologia, captação e análise de desempenho, além da manutenção e melhoria de itens importantes; houve uma forte preocupação com a parte fisiológica e psicossocial; novos projetos internos, que fizeram com que aumentássemos a qualificação dos jogadores captados para o clube, além da melhoria na formação ampla desses mesmos atletas, fazendo com que eles chegassem à equipe principal em maior número e com mais qualidade - analisou, e em seguida acrescentou.

> Confira mais notícias do Vasco da Gama

- Tivemos várias conquistas nas categorias de sub7 ao sub20, formando um DNA de atleta vencedor; muitas convocações para a Seleção Brasileira de base, não somente de atletas, mas também de profissionais. Há muito ainda a evoluir, não temos qualquer dúvida disso. Muito importante termos um CT próprio para que possamos realizar todo trabalho em um só lugar o que, sem dúvida, contribuirá muito para um maior desenvolvimento técnico, tático, físico e psicológico - salientou.

Vasco - Sub-20
Vasco - Sub-20

Vasco foi campeão da Copa do Brasil Sub-20 (Rafael Ribeiro/Vasco)

Com o retorno do técnico Vanderlei Luxemburgo, os meninos passaram a ganharam mais oportunidades no time profissional. Além de Talles Magno, revelado pelo treinador em 2019, Gabriel Pec, Caio Lopes, Bruno Gomes e Cayo Tenório, tiveram chances em determinadas partidas. Entre eles, o volante, de 19 anos, conquistou a vaga de titular e tornou-se importante no esquema do comandante.

- Fico feliz por eles estarem tendo as oportunidades. Vanderlei sempre foi um treinador que olhou muito para base. Ele tem um carinho especial pelos meninos e isso é muito positivo, além de toda experiência que tem no futebol por saber o momento certo de colocar e retirar um menino de campo. Ele passa confiança e eles se sentem protegidos pelo comandante. Esse é um aspecto do processo também extremamente importante na transição - disse Carlos Brazil.

- Ele (Luxemburgo) é parte importante do processo de transição, pela experiência que tem no futebol e pela forma que enxerga os meninos no contexto do que ele pensa. Há hoje no Vasco diálogo em todos os níveis e não poderia ser diferente, penso eu. Somente dessa forma poderemos melhorar cada vez mais a transição dos jovens do sub20 para a equipe principal do clube. - frisou.

Cabe salientar que atualmente, a seleção brasileira comandada pelo técnico Tite tem tido a constante presença de três jogadores formados na base do Gigante da Colina: Philippe Coutinho, Allan e Douglas Luiz, Nomes que servem de inspiração para a nova safra que carrega a Cruz de Malta no peito: MT, Riquelme, João Laranjeira, Matías Galarza, Caio Eduardo, Weverton, entre outros.


Apesar da guerra política que se instaurou na última eleição do Vasco, Jorge Salgado foi empossado como novo presidente do clube. De acordo com Brazil, já houve uma conversa inicial com a nova direção do clube sobre o futuro e agradeceu pela oportunidade de continuar à frente do futebol de base do time de São Januário.

- Houve sim. Gostaria de aproveitar a oportunidade para mais uma vez agradecer ao Presidente Salgado, todos os seus VPs e Diretores, ao Luiz Mello (CEO) e ao Alexandre Pássaro (Diretor Executivo de Futebol) pela confiança na continuidade de trabalho de toda equipe de profissionais da base. Confiança que, posso dizer, foi recíproca. Fiquei muito bem impressionado com as ideias e projetos que têm em mente, não somente para a base, mas para todo clube e mais impressionado ainda com a capacidade e inteligência dos profissionais contratados (Mello e Alexandre) para colocar de pé todo projeto do clube e futebol, respectivamente - revelou

- Em relação a base há muito que se investir e realizar, mas tudo no tempo certo, claro. O presidente já colocou para todos a prioridade que será dada para que o CT da base em Caxias fique pronto o mais rapidamente possível. Somente esse aspecto já representará um passo gigantesco na melhoria de todo trabalho - finalizou.

Talles, Bruno Gomes e Lucão - Vasco
Talles, Bruno Gomes e Lucão - Vasco

Talles, Bruno Gomes e Lucão representam o futuro do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Confira outras respostas de Carlos Brazil, gerente do futebol de base do Vasco

Como você vê a transição dos Meninos da Colina para o profissional? Qual a relação entre os profissionais do clube para uma mudança bem estruturada na vida desses jovens?

- Acredito que é um aspecto que precisamos melhorar no Brasil e não somente no Vasco. Vejo o Vasco no caminho certo, acreditando que o processo de transição dos atletas da base p/ o profissional, por ser o momento mais importante e complexo na vida dos meninos, necessita ser sempre melhorado, com participação ativa de todos os profissionais (base e profissional) envolvidos no processo - comentou, e acrescentou.

- Todos os meninos com idade para sub20 sabem que, enquanto têm essa idade, passam por momento de transição, podendo treinar e jogar na equipe principal, assim como na equipe sub20. Desta forma, todos entendem o processo e a adaptação ao profissional pode acontecer de forma mais natural. Como coloquei, acho que o Vasco está no caminho certo e o Alexandre Pássaro se mostrou bastante preocupado e disposto a melhorar ainda mais o processo em relação a esse aspecto, especificamente - finalizou.

Confira os resultados dos últimos três anos do sub-20 do Vasco

2018 - Taça Rio (finalista) e Campeonato Carioca (finalista);

2019 - Copa São Paulo (finalista), Taça Guanabara (finalista), Taça Rio (campeão), Campeonato Carioca (finalista), Torneio OPG (finalista), Copa RS (finalista), Copa do Brasil (semifinalista) e Campeonato Brasileiro (semifinalista, após melhor campanha na fase de classificação);

2020 - Copa São Paulo (quartas de final), Taça Guanabara (campeão invicto), Campeonato Carioca (campeão) e Copa do Brasil (campeão).