'A gente nunca está 100% satisfeito': goleiro do Brusque analisa o ano do time

LANCE!
·2 minuto de leitura


Prestes a finalizar o ano, com a série C em andamento e com término previsto para 2021, o goleiro Zé Carlos analisa sua temporada com a camisa do Brusque até o momento e projeta o restante da competição nacional. A equipe catarinense é a segunda colocada do grupo C na segunda fase do torneio.

- Tenho para mim que mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas no futebol e no mundo todo devido a pandemia, eu sou grato pelos meus números dentro de campo e pelas boas atuações. Claro que a gente nunca está 100% satisfeito, perfeição não existe, mas trabalho duro, diariamente, para que a evolução seja constante em minha carreira - declara o arqueiro.

Dos quase três mil minutos em campo, Zé Carlos possui 80% de aproveitamento em suas defesas, 7% a mais que o ano de 2019 e 91% de efetividade nas saídas de bola, comprovando as suas habilidades com os pés.

- Eu sempre fui um goleiro que tive boas jogadas com os pés, até porque, antes de atuar no gol, eu joguei na linha também. Claro que as falhas existem, isso faz parte e a gente está sempre trabalhando para corrigi-las, mas ver esses números me deixa feliz, isso significa que continuo seguindo firme, focado e na humildade de sempre - garante.

Para o camisa 1 quadricolor, alguns jogos foram marcantes devido as dificuldades enfrentadas por ele no gol e pênaltis defendidos.

- Os jogos entre o Sport e Brasil de Pelotas foram bem difíceis e intensos, Copa do Brasil, jogos pegados e que queríamos muito ir mais longe na competição, os jogos em que fiz algumas defesas muito difíceis que nem mesmo eu acreditei (risos) e pênaltis que peguei, o que traz muita segurança e aceitação para um goleiro, marcaram este meu ano. Graças a Deus posso dizer que foram muitas e grandes defesas, que seria injusto comigo mesmo destacar apenas uma - diz Zé Carlos sobre seu desempenho.

Na segunda fase da série C, Zé Carlos se diz confiante para a classificação para a próxima etapa e sonha com acesso à série B.

- Nosso time é totalmente capacitado para passar pelos grandes que estão em nosso grupo, serão jogos difíceis, cada partida será uma final. Depois das falhas cometidas e dificuldades que enfrentamos para conquistarmos essa classificação, merecemos ir muito longe dentro da competição, inclusive, subir o Bruscão para a série B, e quem sabe, o título - finaliza.

O Brusque entra em campo na próxima segunda-feira (21), às 20h, em Itu, para enfrentar o Ituano, em partida válida pela 2ª rodada da segunda fase da Série C. Até o momento, o time de Santa Catarina é o vice-líder do grupo, com 1 ponto, enquanto o time de Itu é o líder, com 3.