Gavi se torna o jogador mais jovem a marcar pela Espanha em Copas

(Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)


Depois de ser o jogador mais jovem a disputar uma Copa do Mundo pela Espanha, superando Fábregas em 2006, que acabava de completar 19 anos, Gavi se tornou o atleta mais jovem a marcar um gol com a camisa da Fúria em Mundiais. Ele foi autor do 5º gol na goleada da Espanha sobre a Costa Rica, no primeiro jogo da equipe no Qatar. A Espanha também passou de marca de 100 gols em Mundiais com o resultado.

Anteriormente, Gavi já tinha se tornado o jogador mais jovem a entrar em campo pela seleção profissional da Espanha. Sua estreia foi com 17 anos e 62 dias, superando seu companheiro de clube, Ansu Fati, que tinha se tornado o mais jovem do Barcelona aos estrear pela Fúria com 17 anos e 308 dias, em uma partida a Nations League, em 2020.

+ Lucas Hernández, da França, tem lesão constatada e está fora da Copa do Mundo

Gavi, quando fez seu primeiro jogo, quebrou uma marca que durava mais de 85 anos e que pertencia a Ángel Zubieta, então jogador do Athletic Bilbao, estreou com a Fúria aos 17 anos e 284 dias, em um amistoso contra a antiga Tchecoslováquia.

A Espanha é a terceira equipe em média de idade mais jovem de toda a Copa do Mundo. Devido a atletas mais experientes como Busquets, Jordi Alba e Azpilicueta, a m´pedia da Espanha sobe para 25,35 anos, ficando mais velha que Estados Unidos - com 25,15 anos - e que Gana, que é a seleção mais jovem de todo o Qatar com média de idade de 24,75.

Com a camisa da Fúria, Gavi chegou a sua 14ª partida e seu terceiro gol assinalado. O primeiro gol de Gavi pela Espanha aconteceu em uma partida contra a República Tcheca, pela UEFA Nations League. Depois, o Gavi marcou no amistoso, ainda neste mês, diante da Jordânia.