Gaviões da Fiel avalia temporada do Corinthians em nota oficial; veja

O Corinthians neste ano não levou nenhum título, mas teve um desempenho no geral (Foto: José Manoel Idalgo / Ag. Corinthians)


A maior organizada do Corinthians, Gaviões da Fiel, emitiu uma nota nas redes sociais analisando o desempenho da equipe nesta temporada, mas cobrando por algumas mudanças para o próximo ano.

Quem é o maior favorito na Copa do Mundo? Veja votação feita na redação do LANCE!

Veja tabela da Copa do Mundo

A agremiação citou que mesmo com as ausências de títulos, o Timão conseguiu bater suas metas orçamentárias previstas para 2022. Nesta temporada, o Corinthians foi finalista da Copa do Brasil e terminou o Campeonato Brasileiro em quarto lugar.

A Gaviões também falou sobre a melhora de desempenho do elenco - que segundo a nota divulgada, passou a ser 'mais competitivo' e contou com 'contratações pontuais'.

Entretanto, entre pontos a serem melhorados, foi pedido para um próximo ano um 'planejamento consistente' e a 'a profissionalização do Departamento de Futebol'. Além disso, sobre o elenco, os trabalhos de Fausto Vera e Yuri Alberto foram elogiados.

Para a reformulação no próximo ano, a organizada sugeriu a contratação de três a cinco jogadores, que consigam 'compor tanto o time titular quanto o banco de reservas'.

Veja a nota publicada pela Gaviões da Fiel analisando o ano do Corinthians:

Olhando para essa temporada do Corinthians, não foi um ano ruim. Embora a gente não tenha conquistado títulos, batemos as metas financeiras colocadas pela nossa diretoria no futebol. Nosso elenco, que vinha sendo pouco competitivo nos últimos tempos, retomou o protagonismo em algumas competições. Acertamos algumas contratações pontuais, enxugamos o elenco, negociando jogadores que não estão no nível de atuar em um clube do nosso tamanho.

Mas não somos planilheiros.

Entendemos que, se tivéssemos uma gestão profissional no Departamento de Futebol, poderíamos ter ido além. Se não tivéssemos insistido em projetos que não estavam dando certo no começo do ano por pura teimosia, se tivéssemos feito um planejamento decente, aproveitando a pré-temporada para pensar em um novo técnico, em contratações, para ganharmos ritmo de jogo, a história poderia ser diferente. Sem falar na quantidade de lesões que tivemos, que nos faz questionar o preparo físico dos jogadores. Tudo isso é reflexo de um Departamento de Futebol amador.

Nos pediram paciência e fomos pacientes.

Só que para 2023 a gente quer um planejamento consistente, a gente quer a profissionalização do nosso Departamento de Futebol. Exigimos que esse time não seja desmanchado, que a gente resista ao assédio a jogadores como Fausto Vera e Yuri Alberto, gratas surpresas que nos mostraram que é possível rejuvenescer o elenco com qualidade sem necessitar um investimento muito alto.

Queremos a contratação de peças faltantes no elenco, de três a cinco atletas que componham nosso time titular e também que nos sirva de banco para que a gente entre com força máxima no jogo e não fique capengando se precisar repor.

Queremos um técnico que entenda o que é o Corinthians, o tamanho do nosso time e a importância de um clássico para o nosso povo. Um técnico que não seja um bombeiro apagando incêndios pontuais, mas que tenha um projeto a longo prazo, com lastro, para essa e outras temporadas.

Em 2023, vamos seguir juntos, com nossas bandeiras de mastro, recuperando nossa festa na arquibancada que nos foi tirada, lutando pelo nosso direito de torcer. E apoiando o Corinthians em todos os momentos. Sem calar a nossa voz e a nossa força, pensando e agindo pelo melhor para o nosso amor maior.