Gatito diz que antigos médicos do Botafogo quase encerraram sua carreira: ‘A situação foi mal gerida’

·1 min de leitura


Em entrevista à ‘Rádio Uno’, veículo do Paraguai, Gatito Fernández revelou que os antigos médicos do Botafogo quase acabaram com a sua carreira. O goleiro está há mais de um ano sem atuar pelo clube devido a uma lesão no joelho direito.

> Veja a classificação da Série B

- A situação no meu clube foi mal gerida. Os médicos do Botafogo quiseram me fazer uma cirurgia que nunca havia sido feita em nenhum atleta. Se eu aceitasse, teria acabado minha carreira. Hoje esses médicos já não estão no clube graças a Deus. Era a segunda lesão que conduziam mal comigo. Perdi confiança com o corpo médico porque a cada dia me dizia coisas diferentes, me deixavam confusos e por isso escolhi Carlos Frutos como meu médico particular - revelou o paraguaio.

Com o título assegurado, o Botafogo estuda colocar o goleiro no decorrer do jogo contra o Guarani, pela última rodada da Série B. Gatito vinha fazendo treinamentos específicos para recuperar a confiança e comentou que se sente muito bem

- Atualmente estou muito bem graças a Deus, recuperado 100% depois de tanto tempo parado depois da lesão e da cirurgia no joelho. Há um mês venho treinando com o grupo - disse Gatito.

> Análise: Botafogo não subestima a Série B e chega ao título após ter entendido as próprias limitações

Por fim, Gatito comentou sobre a questão contratual. O goleiro tem vínculo com o Botafogo até o final do ano e revelou que o clube já realizou proposta de renovação de contrato.

- O Botafogo já me mandou uma proposta para renovar, tenho possibilidade de continuar no clube, mas meu representante está analisando outras opções - comentou o goleiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos