Garoto se afirma na vaga do capitão e elogia conduta adotada por Abel Ferreira em início de trabalho no Palmeiras

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

Se tem um jogador que ganhou muito terreno no Palmeiras após a saída de Vanderlei Luxemburgo, este é Danilo. Aos 19 anos, o volante ocupou a vaga deixada por Felipe Melo, que se recupera de lesão e só volta a campo em 2021, e se apresentou com um substituto à altura do capitão.

O garoto esteve em campo em cinco das oito partidas disputadas pelo time sob o comando de Abel Ferreira - além disso, já havia sido utilizado em três oportunidades pelo interino Andrey Lopes antes da chegada do português. Em sua primeira entrevista coletiva como profissional, ele deixou claro que se sente à vontade atuando exatamente na função exercida atualmente. "O professor pede para eu acelerar o jogo e dar dinâmica à partida. Posso fazer bem esse papel", disse.

Com Abel, Danilo só ficou de fora de compromissos por conta da Covid-19. Agora, deve estar em campo novamente nesta quarta-feira, quando o Palmeiras recebe o Delfín na tentativa de confirmar sua classificação às quartas de final da Libertadores. O volante, aliás, é só elogios ao comandante. "Abel chegou e ajudou bastante individualmente e coletivamente. No começo dos treinos, ele sempre chama um ou outro na conversa. Isso aí foi dando confiança para nós podermos fazer bons campeonatos", completou. A bola rola no Allianz Parque para o duelo frente aos equatorianos a partir das 19h15min.

Para mais notícias do Palmeiras, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.