Gareth Bale lamenta tropeço do País de Gales diante dos Estados Unidos: 'Pena não termos vencido'

'É incrível marcar um gol na Copa do Mundo, mas prefiro os três pontos', disse Bale (Nicolas Tucat / AFP


Principal jogador de País de Gales, o meia Gareth Bale admitiu sua frustração com o empate em 1 a 1 diante dos Estados Unidos, nesta segunda-feira (21), na estreia da seleção na Copa do Mundo. Em entrevista na saída do gramado, o astro reconheceu o início aquém do esperado, mas mostrou-se feliz com a reação.

- A gente estava muito focado nesse jogo. Não foi um primeiro tempo muito legal, para ser bem sincero. Mas acho que no segundo tempo a gente foi bem. Acho que no intervalo a gente conseguiu mudar um monte de coisas e voltamos lutando, brigando, como deveria ser, e é uma pena a gente não vencer - disse o capitão de Gales, que destacou:

- Desde o início do segundo tempo a gente mostrou caráter, a gente mostrou força, é uma pena não ter vencido. E vamos para a segunda rodada - complementou, otimista.

O camisa 11 falou sobre o pênalti convertido.

- Sou sempre eu que cobro. Nenhuma dúvida na minha cabeça. Tive que dar um passo à frente e me propus a fazer isso - disse.

Em seguida, mostrou-se orgulhoso de ter marcado em sua primeira Copa, mas admitiu que queria outro desfecho.

- É incrível marcar um gol na Copa do Mundo, mas prefiro os três pontos. Acho que a partir do segundo tempo a performance foi fantástica, mas agora é recuperar e vamos nós de novo - declarou.

Os galeses encaram o Irã na sexta-feira (25), às 7h (de Brasília), na segunda rodada do Grupo B. A equipe, assim como os Estados Unidos, tem um ponto e está atrás da Inglaterra.