Ganso, do Fluminense, promove ação social para jovens do projeto 'Craque do Amanhã': 'Não tem preço'

·2 minuto de leitura


O meio-campista Paulo Henrique Ganso marcou um golaço fora de campo na noite desta última quinta-feira. O camisa 10 fez uma surpresa para 60 pessoas, entre crianças e funcionários do projeto Craque do Amanhã, do qual é padrinho. A visita aconteceu no Tivoli Park, parque de diversão na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


- Além de poder proporcionar um momento de alegria, que claro que é bacana para a vida deles, o mais importante é ajudar a formar bons cidadãos, de bem. Queremos ajudar a formar grandes médicos, advogados... se sair um jogador de futebol, que bom, mas o mais importante é que eles possam construir uma carreira profissional no futuro - disse o jogador em entrevista ao site oficial do Fluminense, e em seguida emendou.

– Isso não tem preço. Nessas horas não tem torcida, clube de futebol, nada. É um carinho muito legal que eles têm por mim. Eu sei da importância que tenho enquanto referência, e por isso aproveito a todo momento. Esse carinho, o olhar brilhando, isso não tem preço. Ajudar o desenvolvimento dessas crianças, para mim, é primordial - disse o jogador em entrevista ao site oficial do Fluminense.

Desde 2012, o projeto 'Craque do Amanhã' beneficia cerca de 2 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social, sendo 400 crianças e suas famílias. Com sua sede em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, crianças e adolescentes recebem ajuda, aulas, cursos e outras orientações de cidadania.

Ação social - Ganso - Fluminense
Ação social - Ganso - Fluminense

Ganso fez surpresa para jovens nesta quinta (Foto: Carolina Fraga/FFC)


Em sua chegada, Ganso foi bastante aplaudido e teve um encontro com Kauã, de 17 anos. O jovem fez uma brincadeira com o camisa 10, disse ser bom goleiro, e o desafiou para uma disputa de pênaltis. Ele exaltou que o projetou mudou a sua vida e abriu portas.

- Muita coisa mudou na minha vida depois que entrei para o projeto. Muito além do esporte, ele abre portas. Eu me dedico muito ao projeto, que tem muita importância na minha vida. Sou muito dedicado e penso muito no futuro, quero ter um trabalho bom. Não quero parar de estudar nunca - declarou o jovem.

Além de Ganso, o atacante Vagner Love e do meia Ibson, também são padrinhos do projeto. Aos 31 anos, o atleta tricolor durante a visita tirou fotos, distribuiu autógrafos, conversou deu conselhos aos jovens.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos