Base ganha espaço no Fluminense com Abel Braga

Já garantido nas semifinais do Carioca após ser campeão da Taça Guanabara, o Fluminense conseguiu uma virada eletrizante na noite da última quinta-feira (23) no Engenhão e venceu o Botafogo por 3 a 2, com a presença notável dos garotos de Xerém na escalação.

Na comemoração de Richarlison, o personagem emblemático desta virada - marcou dois gols e deu assistência para o terceiro gol -, um fator chamou a atenção: ao lado do atacante revelado pelo América-MG, estavam cinco jogadores da base. O lateral-esquerdo Léo, os volantes Douglas e Wendel, e os atacantes Wellington Silva e Pedro.

E de fato o técnico Abel Braga tem trabalhado com os garotos e uma marca chama atenção nesta temporada: 78% dos gols contam com a participação direta da base.

Os 20 atletas formados em Xerém e que estão integrados ao elenco, já balançaram as redes 14 vezes e deram 16 assistências dos 38 gols marcados.

Além disso, um levantamento do site 'Footstats aponta que o Fluminense é o clube da Série A que mais utiliza pratas da casa em 2017. O tricolor já colocou em partidas do time principal nesta temporada 18 jogadores revelados em Xerém, que totalizaram mais de 6 mil minutos em campo.

Desta forma, os números demonstram confiança naquilo que vem sendo feito nas categorias de base. Enquanto alguns técnicos não gostam de trabalhar com os jovens, Abel Braga é ao contrário. Ele conta com a tranquilidade e confiança que possui da diretoria e dos torcedores para saber trabalhar e amadurecer os meninos. E isso vem dando resultado, com um time que joga para frente.


Outro dado curioso é a relação de Abel com Xerém. Em suas três passagens pelo Tricolor (2005, 2011 e 2017), o treinador foi responsável por dar a primeira oportunidade a mais de 30 garotos, "revelando" assim vários nomes conhecidos pela torcida. Relembre alguns deles.

Diego Souza Fluminense treino 06012016



Na primeira passagem de Abel pelas Laranjeiras, em 2005, o técnico formou seu time com jovens revelados em Xerém: Diego Souza (hoje no Sport) e Arouca (Palmeiras). Enquanto Diego já estava firme na equipe, o jogador do Palmeiras teve mais oportunidades com o treinador.

Em 2005, Marcelo, atualmente lateral do Real Madrid e da seleção brasileira, também esteve no grupo e é o nome mais famoso da lista. No ano seguinte ele foi vendido para o clube espanhol.

Oscar de Marcos Marcelo Athletic Bilbao Real Madrid La Liga



Entre 2011 e 2013 a lista é mais ampla e conta com Marcos Junior ainda no elenco atual. Além dele, nomes como Wallace (Grêmio), Biro-Biro (Shanghai Shenxin-CHI), Wellington Nem (São Paulo) e Kenedy (Chelsea) estrearam nos profissionais com Abel e vendidos.

Gustavo Scarpa Fluminense Bangu Carioca 12022017



Agora, em 2017, a sua rotina de revela segue dando frutos. No atual time titular, quatro nomes vieram da base. Gustavo Scarpa, Douglas e Wellington Silva eram titulares - pelo menos desde o ano passado. Já o lateral Léo vive a mesma situação de Arouca: teve oportunidades com outros treinadores, mas tem se firmado com Abel.

Já o atacante Patrick Luan, o meia e lateral Marquinhos Calazans, o zagueiro Frazan e o volante Wendel, acabara m de sair de Xerém e vem agradando o treinador.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo (26), contra  o Macaé. Abel ainda não decidiu se poupará titulares.