Galvão zoa Mick Jagger e Luciana Gimenez o rebate: "Você deu azar para o Brasil"

Yahoo Esportes
Galvão Bueno, na Arena Kazan, após a eliminação da seleção brasileira para a Bélgica (Reprodução/TV Globo)
Galvão Bueno, na Arena Kazan, após a eliminação da seleção brasileira para a Bélgica (Reprodução/TV Globo)

Durante a transmissão da Globo de França 1 x 0 Bélgica, o narrador Galvão Bueno resolveu fazer graça com o cantor Mick Jagger e sua fama de pé-frio desde a Copa de 2010, no momento que a imagem de TV mostrou o músico, pouco depois de a seleção francesa fazer o gol único da partida, com o zagueiro Umtiti, que acabaria sendo decisivo para a classificação à final da Copa da Rússia.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

“E agora, Mick Jagger, para quem será que ele tá torcendo?”, questionou, no que o comentarista que o acompanhava, Walter Casagrande, minimizou: “Ele tá vendo o jogo, ele tá vendo o jogo.”

Mas o narrador não se deu por satisfeito: “É que entrou para a história, entrou para o folclore… É um grande da história, mas também entrou para história como pé-frio das Copas”, explicou-se.

Só que a zoeira de Galvão com o vocalista dos Rolling Stones incomodou a apresentadora da RedeTV!, Luciana Gimenez, com quem Jagger teve um filho, que foi ao Twitter para detonar o global: “Ô Galvão, o azarado é você… que deu azar para o Brasil! Cafona.”

“Ridículo esse bulling com o pai do meu filho!!! Quem deu azar ao Brasil? Nós temos que parar de culpar os outros e tomar responsabilidade, não é?”, desabafou.



Em outra rede social, Instagram, foi a vez do filho, Lucas Jagger, atacar o locutor da Globo. “Galvão Bueno, não estamos torcendo para ninguém, filho. Pára de inventar”, escreveu. “Ô Galvão, aí, ó, tô de cor da Bélgica, ó, filho”, ironizou em vídeo gravado em seu Instagram Stories.

“Eu sou igual a você e igual a esses que estão aqui. Queria ter assistido ao Brasil, mas não deu”, postou, mostrando imagens de possíveis torcedores do Brasil no estádio onde a seleção brasileira jogaria se tivesse vencido os belgas. No entanto, acabou derrotada por 2 a 1 nas quartas de final da Copa.

Leia mais:
– França adia sonho belga e garante primeira final de Copa sem Zidane
– Madura e ‘mutável’, a França está na final da Copa
– Casagrande critica silêncio de Neymar após a eliminação: “Falar via Instagram é fácil”

Leia também