Galvão assume culpa da Globo no caso Sidão, mas vê maldade na votação da internet

Yahoo Esportes
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O caso que constrangeu o goleiro Sidão após ele ter sido eleito pelos internautas o “craque do jogo” na partida entre Santos e Vasco continua dando o que falar. O principal nome do esporte na Rede Globo, Galvão Bueno, se pronunciou sobre o fato durante o “Bem, Amigos!” da última segunda-feira, 13. Visivelmente incomodado, o narrador reconheceu o erro da emissora ao entregar o troféu ao vascaíno, mesmo ele tendo falhado várias vezes durante o jogo de domingo, e classificou a falha como “muito séria”.

“Já tinha acontecido um movimento de internet no jogo do Brasil x República Tcheca com um nome de jogador. Eu levei na brincadeira, mudei a acentuação, claro, falei lá, dei risada, etc, etc, etc. Nós somos uma equipe e erramos sim, isso tem que ficar muito claro e o erro foi sério. Dos erros se aprendem, vêm lições. Só se pode virar a página desde que tenha aprendido bem a lição. O Sidão teve uma infelicidade, falhou, pegaram no pé dele. E nós temos essa coisa que a gente abre.... está sendo revisto isso e houve uma movimentação (na internet) do melhor em campo”, comentou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na sequência, Galvão confessou não saber como agir se estivesse participando da transmissão, mas ressaltou que houve maldade das pessoas que fizeram a votação. “Eu se tivesse narrando o jogo não sei o que faria, talvez fugisse da história e segurava a onda depois. O Luís Roberto tentou, com classe e categoria, sair de tudo ali. Tive muita pena da nossa repórter também, que foi às lágrimas, Júlia Guimarães o nome dela. Deu 90% da votação de melhor em campo, evidente que era uma maldade que estava sendo feita com o Sidão. No caso do jogador da República Tcheca era uma gozação, que eu levei também na brincadeira”, disse.

A Globo já havia pedido desculpas ao jogador no “Fantástico” e também por meio de uma nota oficial, mas Galvão reiterou o pedido em seu discurso, afirmou que o momento é de reflexão e questionou de onde poderia vir essa “maldade”.

“Eu não estava envolvido na transmissão de ontem, mas eu senti muito assistindo, me senti angustiado. Então, o pedido de desculpas mais uma vez ao Sidão, à torcida do Vasco e aos milhões de torcedores de futebol que estavam assistindo. Da mesma forma que somos um grupo, nós trabalhamos para esse gigantesco grupo dos apaixonados pelo futebol. Erramos sim, mas tem uma coisa que me incomodou também. De onde pode vir essa maldade? De tantas e tantas pessoas se juntarem para criar aquela votação. Será que a pessoa acha que é brincadeira e é engraçadinho? Não estou, vejam bem, o erro foi muito sério, tá sendo levado muito a sério por todos nós. De ontem para hoje foi um dia de reflexão de todos, não temos vergonha nem medo de assumir o erro que foi muito sério e muito grave. Agora, existe uma grande diferença entre brincadeira e maldade. Quando começa essa avalanche, será que as pessoas não percebem o mal que estavam provocando?”, concluiu antes de chamar o intervalo comercial.

Desimpedidos pede desculpas a Sidão

O canal “Desimpedidos” pediu desculpas ao goleiro Sidão na tarde de segunda-feira, 13. O perfil do canal no Twitter pediu aos seus seguidores que votassem no goleiro do Vasco para receber o prêmio de craque do jogo no domingo. No comunicado, o “Desimpedidos” afirma que “não teve a intenção de desrespeitar o atleta” e que a brincadeira “perdeu a graça” após o constrangimento gerado.

Leia mais no Yahoo Esportes:

Leia também