Galvão corneta escolhas de Tite e diz que sentiu falta de um nome contra o Chile: 'Convocou ele pra quê?'

·1 minuto de leitura


O narrador Galvão Bueno afirmou durante a transmissão do jogo do Brasil contra o Chile, nesta quinta-feira pelas eliminatórias da Copa do Mundo, que sentiu falta de um nome na equipe titular ou, pelo menos, nas substituições da Seleção comandada por Tite.

+Veja a tabela das eliminatórias da Copa do Mundo

O locutor da Globo destacou o futebol jogado na atualidade pelo atacante Hulk, do Atlético-MG.

- Tite, o Hulk está arrebentando no futebol brasileiro e não está jogando. Convocou ele pra quê? - destacou Galvão.

Ainda durante as transmissões, os comentaristas Roger e Casagrande falavam da necessidade de tirar Neymar do jogo. O narrador rebateu:

- Tirar o Neymar no microfone é mole. Tirar o Neymar lá como técnico é mais difícil - disse ele.

Porém, durante uma confusão com Vidal, Galvão fez coro para a saída de Neymar, que admitiu que o time jogou mal e falou sobre as acusações sobre estar acima do peso por parte da web.

- Neymar não tem que discutir com ninguém a essa hora. Ô, Tite. Tira o Neymar. Vai que ele toma um cartão vermelho, entra na pilha dos chilenos. Já não tem o Marquinhos, vai que não tem o Neymar domingo, contra a Argentina - destacou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos