Galvão Bueno critica imagens da CBF em transmissão da Supercopa: 'O Brasil não pode deixar de ver'

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

O esperado retorno de Galvão Bueno às transmissões da TV Globo aconteceu neste domingo (11), na decisão da Supercopa entre Flamengo e Palmeiras. A partida terminou empatada em 2 a 2, mas foi vencida pelo Rubro-Negro nos pênaltis (6 a 5).

Como não poderia deixar de ser num duelo de proporções históricas, confusões e polêmicas fizeram parte do jogo. Teve expulsão de Abel Ferreira, discussões acaloradas e advertências aos montes.

Diego Alves teve atuação impecável. | Buda Mendes/Getty Images
Diego Alves teve atuação impecável. | Buda Mendes/Getty Images

Nos instantes finais, uma briga envolvendo as comissões técnicas dos times acabou não sendo bem explicada na transmissão e os repórteres de campo tiveram que narrar o ocorrido. Galvão se exaltou e não poupou críticas à CBF, responsável pela gerações das imagens.

"Lamento apenas essa briga que não vimos e ficamos com o ótimo relato de nossos repórteres. Não pode. Não sei quem provocou porque não vimos. O Brasil não viu e também não pode deixar de ver", disparou.

O retorno do histórico narrador, agora vacinado, também reservou outros momentos importantes:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.