Galo terá prejuízo de R$ 2,2 milhões com saída de Elias, que não teve o contrato renovado para 2020

Valinor Conteúdo
LANCE!
Elias vem tendo atritos com a diretoria do Galo desde 2018, quando ainda negociava a renovação do seu contrato-(Foto: Bruno Cantini / Atlético)
Elias vem tendo atritos com a diretoria do Galo desde 2018, quando ainda negociava a renovação do seu contrato-(Foto: Bruno Cantini / Atlético)


O Atlético-MG comunicou ao volante Elias que ele não precisa se apresentar juntamente com o elenco nesta quarta-feira, dia 8 de janeiro. Já era sabido que o Galo não contava com o jogador para o ano de 2020, tanto que nem renovou o seu contrato, que vence no dia 31 de janeiro.

A assessoria do clube confirmou o aviso à Elias, mas o volante ainda espera um comunicado oficial, já que seu vínculo ainda está em vigor.

O presidente atleticano, Sérgio Sette Câmara já havia dito publicamente que não renovaria com Elias. A situação entre o jogador e o clube vinha se arrastando desde 2018, quando se iniciaram as conversas para estender o acordo.




Em diversas oportunidades, o staff de Elias reclamou da diretoria pelo tratamento dispensado, sem que houvesse conversas mais concretas sobre qual seria o destino do volante.

O alvinegro chegou a receber uma proposta do Internacional no fim de 2018 para levar Elias, recusada pelo Galo, pois os valores não agradaram. Porém, sem a renovação do contrato, o time mineiro deixará de receber qualquer valor, pois Elias pode sair sem custos para outra equipe.

Elias chegou ao Galo em 2017, como grande contratação, custando aos cofres alvinegros 2,5 milhões de euros (cerca de R$8,4 milhões de reais) por 70% dos seus direitos econômicos.

A passagem pelo clube teve bons momentos e jogos irregulares. Ao todo foram 164 jogos com 25 gols anotados. O contraditório na saída de Elias do alvinegro é que o Atlético não vai recuperar o valor investido e ainda terá prejuízo de R$2,2 milhões por conta de dívidas de salários e direito de imagem que o clube tem com o jogador.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também