Galo se anima com atuações de meia-atacante emprestado ao Peñarol; Venda é caminho possível

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Contratado pelo Atlético-MG em 2018 por US$ 1,6 milhão (R$ 8,7 milhões na cotação atual), o uruguaio David Terans não conseguiu se firmar na Cidade do Galo. Agora, de volta ao seu país natal, começa a reencontrar o bom futebol vestindo uma das camisas mais pesadas do continente: a do Peñarol. Com um gol e uma assistência, o meia-atacante liderou a vitória aurinegra sobre o Corinthians pela Sul-Americana, atuação que foi bastante 'comemorada' nos bastidores do Galo.

Como destaca o globoesporte.com, Terans está emprestado ao gigante uruguaio até dezembro de 2021, mas por conta de uma brecha contratual, já pode ter seu retorno solicitado pelo Atlético. Este, no entanto, não é o plano do clube: mesmo com o atleta vivendo um bom momento, o Galo não pensa em aproveitá-lo nesta temporada devido ao alto número de jogadores estrangeiros que já integram o atual elenco alvinegro.

Terans anotou um gol e deu uma assistência contra o Timão | ALEXANDRE SCHNEIDER/Getty Images
Terans anotou um gol e deu uma assistência contra o Timão | ALEXANDRE SCHNEIDER/Getty Images

Ainda que não pense em 'repatriar' o atleta, o Galo monitora com empolgação o seu grande momento, pois pode culminar em holofotes e valorização no mercado de transferências. O clube mineiro torce para que o meia-atacante de 26 anos receba propostas já na próxima janela, programada para o mês de julho. Caso o Atlético sele a venda do jogador neste verão, o Peñarol terá direito a uma pequena fatia do valor total, compensação por taxa de vitrine. O contrato de Terans junto aos mineiros tem validade até dezembro de 2023.